D-Wars - Dragon Wars

Depois da sessão do filme D-Wars – Dragons Wars, pensei comigo mesmo: Ser critico é dom ou dádiva? Será que temos o talento de se sujeitar a destruição de nossas mentes com materiais que nunca imaginaríamos que iria ser uma verdadeira catástrofe? E pior ainda como existe gente que conseguem assistir esse uma bomba toda e não consegue passar mal com tanta mediocridade e mau gosto? Amigos, esse filme consegue ter essa capacidade de criar esses questionamentos tão complexos.

Bem, não dá para explicar a história do filme sem a indiferença e imparcialidade. O que se sabe (e deu para engolir) no qual existe uma profecia antiga que a cada 500 anos aparece uma jovem que tem que se sacrificada e tal. O resto pode ter certeza que é enchimento de linguiça que vai culminar para os dias atuais, uma grande metrópole, destruição e blablablablabla.

Uma produção coreana sendo que filmado em Los Angeles e contando com alguns corajosos, vulgo atores, e tal. E pelo jeito tem aquele estilo impagável de filme destruição no qual existe um fiapo de roteiro, alias o que existe no filme não é roteiro, e sim um festival de incoerências ruins de engolir transformando diálogos de Malhação em obras profundas da teledramaturgia. Além disso, os efeitos visuais são desastrosos até para quem é inexperiente no gênero do cinema que acha que viu algum filme pseudo-inteligente e se acha o cara. Os dragões que aparecem em cenas lembra muitas vezes uma verminose dentro de um recipiente e os que ficam no céu, bem, não é tão bom de lembrar. Porém o ápice da mediocridade fica com a batalha final onde o espectador fique rezando para que o filme acabe. Detalhe importante: O filme tem menos de 90 minutos.

Vendo esse tipo de filme faz reforçar a importância do critico. Parece que muitas vezes somos jogados aos leões e suportar momentos de dor e tristeza. Mas gostamos de viver esse risco, gostamos de aventurar em terrenos desconhecidos e provar o gosto da perfeição e da amargura. E eu posso dizer que não foi facil encarar esse filme com seriedade, porém sinto no dever de uma pessoa sensata falar o que é realmente esse filme.

Um dos piores filmes que já vi em toda minha vida. Se vocês reclamam que acharam 10.000 A.C. e Espartalhões como péssimos filmes, acreditem, D-Wars transforma eles em obras primas da atualidade. Os 90 minutos desse filme pareciam um inferno eterno. Uma poluição generalizada de dialogos e momentos que queremos esquecer. Agora o que mais doi é duas coisas: 1- O trailer desse filme em alta definição engana muita gente e pior, a pessoa mais desavizada consegue cair na armadilha de pensar que o filme é bom; 2- Ver o carinha da banca de dvd pirata tentar vender esse filme e ainda ter a cara de pau de responder ao cliente que o filme é bom. É um filme de sangrar os olhos de tão ruim.

Cotação - 1% - BOMBA

Comentários

  1. Nunca vi, mas 1% só pode ser bomba atómica...

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Também comecei a fazer questionamentos de natureza similar após ver A MÚMIA 3 hoje. Mas valeu por avisar sobre esse D-WAR. Outra bomba no mesmo ano seria fatal.

    ResponderExcluir
  3. Salve, JP!

    Esse filme definitivamente não faz meu estilo, e mesmo com o clima trash (adoro um bom filme trash rs), passo adiante.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. ahaha, coragem em pegar um filme desses, hein, Johnny1 Barbaridade..rs...
    até achei que era um jogo do Playstation pela capa aí do lado...rs
    Ah, mas fala sério, pelo menos vc se dierte com tanta tosqueira, ahahaha
    abraços!!

    ResponderExcluir
  5. E pior que eu sou uma das pessoas da opção 1: O trailer engana bem, mostrando efeitos especiais até que competentes. E outra: O filme é dirigido por um coreano, cinema que não encontrei nenhuma total decepção até o momento (E é que já vi um bocadinho desses filmes). Porém, pesquisando aqui, vi as notas baixíssimas, que o diretor só dirigiu tranqueiras e agora seu comentário, dizendo ser pior até que Espartalhões (Esse eu não vi, mas já bastou ter visto Date Movie pra não querer assistir esse). Se bater alguma coragem, talvez assista só para comprovar a ruindade.

    ResponderExcluir
  6. Hahahhahahahahhaha... Eu vi o trailer disso num DVD que aluguei. Mas não tenho coragem não. Não ainda...

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. Se é um dos piores filmes que você já viu, acho melhor que eu passe longe deste longa... :-)

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Sou proprietário de Vídeo Locadora e possuo um Blog com dicas e sugestões aos empresários do setor, gostaria de firmar uma parceria com seu site e que possamos trocar idéias sobre cinema.

    O link do Blog:

    http://guiadavideolocadora.wordpress.com

    Desde já seu Site está adicionado aos links do “Guia da Vídeo Locadora”

    ResponderExcluir
  9. Olá, olá.

    Primeira vez que comento aqui, creio eu, vi teu link no blog do grande amigo Gustavo, lá do Império Cinéfilo, aliás o mesmo que comentou aqui hoje, rs. E tomo a liberdade de comentar, espero não estar incomodando.

    Mas enfim. Hollywood está sofrendo mesmo com uma baita crise de identidade e criatividade, como você mesmo lembrou quando falou de Hancock, ali embaixo. E é esse tipo de filme (que graças a seu aviso, nem me darei ao trabalho de locar) que me faz crer que essa demência hollywoodiana ainda vai durar um tempo. E é por isso que o mundo anda olhando pros filmes da América Latina, onde a criatividade anda transbordando nos últimos anos.

    Esse, eu não compro nem do camelô!
    HAHAHAHAHA, abraço. ^^

    ResponderExcluir
  10. Puta coragem de assistir isso!

    Eu não tenho a mínima...

    1%?? Cruzes...

    Ciao!

    ResponderExcluir
  11. Ainda não vi. E vou dizer isso pro resto da vida.

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  12. haha

    João, excelente post. Em minha loja, não ousei comprar o filme e pagar R$104,50 por ele, comprei semi-novo por R$60,00 e já recebi o produto. Aluga todos os dias, mas.. se tem gente hoje em dia que assiste Malhação, Novela das 6, das 7 e das 8, há também aqueles que alugam D-WAR.

    Sem noção. Sem noção.

    Ah, por nada ! Parcerias e novos contatos são sempre bons!

    Um Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Minha mãe foi a feira (famosa feira de Caruaru) e me ligou:
    -Gustavo o camelô tá me oferencendo um filme dizendo que é ótimo, eu compro?
    - qual é o nome do filme mãe?
    -Guerra dos dragões
    -Não!!!!! Além desse nome ridículo, li a sinopse na internet e é uma merda!!!
    -tá bom filho, tchau!

    Vejam a periculosidade de um camelô sedento por vendas!

    A história é real!

    Gustavo Madruga!

    ResponderExcluir
  14. Corcordo com vc. Filme sem pé nem cabeça! Mas o trailer é bem feito mesmo, engana bem!

    ResponderExcluir
  15. gosto de ver comentarios sobre filmes ,e analisar diversas situações de enredo de filmes.
    d-wars traz um enredo fantasioso,sobre a lenda do dragão chines ,ja fiz um trabalho sobre a lenda dos dragões,pois faço artes marciais,cada animal traz movimentos de defeza e ataque, é muito interessante.
    mas o filme traz uma história interessante para ser visto sob aspecto ficção,e lendas,hellboy então o que é? ficção logico.
    tem um publico que gosta. para mim é para ser visto na telona do cinema por causa do visual e efeitos ,não em dvd.....
    parabens pelo desejo do produtor em realizar algo neste sentido,a musica de steve jablosnky maravilhosa .para ser utilizada em artes marciais deve ficar muito bom.
    pedro luiz

    ResponderExcluir
  16. Ôpa.... acabei de ver o filme. O roteiro não vale nada, mas o efeitos visuais são muito bons. É um filme 2 estrelas, no conceito da crítica profissional. Ou seja, o filme é bom para quem é adepto deste subgênero (roteiro péssimo, efeitos visuais bons).
    O autor do blog é jovem e é natural que fiquei aborrecido com a indústria do entretenimento.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas