Rio

O maior charme de Rio em nenhum momento será a lembrança de um roteiro que preserva grandes diálogos ou uma copia de outros filmes de grandes produtoras. Rio, um projeto pessoal de Carlos Saldanha, tem algo a mais. Uma declaração descarada de amor a cidade maravilhosa através por uma ave que sente na cidade maravilhosa sentimentos que estavam guardados ao fundo da alma desde quando foi sequestrado quando era apenas uma pequena ave.

Muitos brasileiros sabem que o que se vê no filme passa um pouco longe (ou extremamente longe para os mais céticos) do que é o Rio de Janeiro. Mas deve se levar em consideração que o filme é uma visão quase romântica de um homem que sente saudade de sua terra natal e viu uma oportunidade de se sentir mais perto de casa e ainda mais levar a todos que gostam para visitar sua terra natal. No caso de Carlos Saldanha, ele convida o publico que admira seus filmes e seu estilo despretensioso a conhecer a cidade do samba.

O convite dele está recheado com uma trilha sonora sedutora que faz até os mais ferrenhos que odeiam o samba, admiram cada acorde de John Powell a trilha sonora. Também as musicas que tocam no filme são melodias que associadas as cenas do filme, nos sentimos seduzidos. A força técnica nesse filme dá uma prioridade extrema ao colorido. Até mesmo nas cenas “aéreas” do filme, o brilho da cidade cosmopolita é de encher os olhos, assim mostrando uma evolução visível da produtora.

Rio sem duvida é aquele tipo de desenho que terá muitos admiradores pelo que ele tem a oferecer do que ser comparado a algumas produtoras cujo nome não quer ser citado para não desprestigiar. Personagens simpáticos, colorido, trama leve e despretensiosa, força técnica extremamente acima da média e acima de tudo, envolvente. Rio não está perto de ser uma obra prima, mas será um filme que sem duvida conquistará públicos importantes: as crianças e a todo mundo que admira o Brasil. Seja por sua força de vontade de superar, sua alegria e suas riquezas que nem o desenho mais perfeito pode recriar.

Ficha Técnica
Rio
Diretor: Carlos Saldanha
Com as vozes originais de: Jesse Eisenberg, Anne Hathaway, Rodrigo Santoro, Leslie Mann, George Lopez, Jamie Foxx, Will. I. Am, Bebel Gilberto e Jemaine Clement
Gênero: Animação/Aventura/Comédia
Cotação: 85%

Comentários

  1. É isso mesmo! Não acho que devemos ir ao cinema e comparar o filme com outros filmes. "Rio" funciona e é uma delícia porque é descaradamente uma declaração de amor de seu diretor à cidade. Ele imagina o Rio que quiser. É a carta de amor dele. E acho que Saldanha devolveu o gênero da animação para as crianças. "Rio" fala a língua dos pequenos. E não há mal nisso. Abs!

    ResponderExcluir
  2. Ainda não assisti ao filme. Mas, tenho boas expectativas, especialmente por causa do fato desta ser a primeira grande animação do ano a estrear nos cinemas.

    ResponderExcluir
  3. Achei bom... apenas bom. Achei muito previsível e mais parece uma propaganda do Rio do que um filme em si. A Pixar teria feito um trabalho de mestre com tudo isso.

    http://filme-do-dia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. o filme e super divertido

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas