Incontrolável


Alguns reclamam, alguns gostam, porém todos vêem os filmes de Tony Scott. O estilo frenético de sua câmera junto com uma fotografia tensa são uma das várias características desse diretor e irmão de Ridley Scott. Apesar do conflito de seus filmes com a critica, surge a surpresa no final do ano. Incontrolável, seu novo projeto e mais um com seu amuleto da sorte Denzel Washington e o mais novo astro em ascensão, Chris Pine. Qual é o grande charme desse filme de ação?


Por um descuido humano, um trem de carga começa a correr de uma maneira incontrolável e ainda para piorar existem vagões que contem elementos químicos que seu choque pode ter a equivalência de um míssil nuclear. Os únicos que podem impedir é um maquinista perto da sua aposentadoria e um jovem operário que tem problemas com sua mulher e conseguir o impossível, parar o trem antes de uma tragédia maior.

Inspirado em fatos reais que aconteceu no começo da década em uma cidade pequena dos Estados Unidos, o filme em si é sustenta em elementos praticamente simples. Não existe um vilão, não tem argumentos mirabolantes, entretanto se sustenta pelo próprio fato real. Um roteiro que toca em momentos simples e não enrola o espectador; Não existem atuações profundas; Tem uma trilha sonora que engrandece os momentos de ação; e a maestria de ação de Tony Scott impressiona por não sustentar efeitos especiais e sua veracidade nos momentos mais impressionantes da fita deixam qualquer um fã de ação satisfeito.

Incontrolável são 90 minutos de pura ação. Não adianta procurar profundidade, o que o filme propõe é simplesmente deixar o espectador roendo as unhas para saber como termina essa incrível história. O filme provavelmente se tornará um futuro Domingo Maior ou uma Sessão da Tarde já que o espetáculo maior não é ser uma obra de arte, mas saber que o maior espetáculo é a própria vida real que consegue criar momentos espetaculares.



Ficha Técnica
Incontrolável (Unstoppable)
Diretor: Tony Scott
Elenco: Denzel Washington, Chris Pine, Rosario Dawson, Ethan Suplee, Kevin Dunn, Kevin Corrigan e T.J. Miller
Gênero: Ação/Suspense
Cotação: 80% - ****

Comentários

  1. Os filmes do Tony Scott possuem um ritmo frenético. Bom saber que este tem muita ação. Era o que eu esperava dessa nova parceria dele com o Denzel Washington.

    ResponderExcluir
  2. Embora não curta filmes que sejam tão frenéticos (ação é, para mim, um dos gêneros mais controversos), devo admitir que Tony Scott tem certo talento. Washington já foi um ator que me convenceu mais, e Pine ainda me chama bastante atenção. Provavelmente irei conferir.

    ResponderExcluir
  3. achei divertido... mas apenas isso

    http://filme-do-dia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu não gosto desse Scott aqui (o outro, Ridley, ainda passa) e nao o vejo, mas até tento. Comecei a ver o SEQUESTRO DO MESTRO 123, mas acabei não terminando. Esse novo não vou nem começar e torço para o Denzel largar essa parceria ...

    ResponderExcluir
  5. Cara, filmes do Tony Scott com o Denzel Washington parecem os mesmo, sempre. Tenho muito medo desse aí.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro esses filmes de Tony. Sempre tem muita ação (mesmo com um roteiro normalmente bem falho). Que bom que esse parece ter agradado.

    ResponderExcluir
  7. Tony Scott faz qualquer filme, em qualquer lugar. Sem frescura! Dê um roteiro na mão dele e diga: "FAÇA!"

    E ele faz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas