Premonição 4

A faca de dois gumes. É o que acho sobre a tecnologia 3D Digital que a cada dia, os principais projetos cinematógraficos estão usando essa “tecnologia” que alguns já dizem que é a revolução cinematográfica. Enquanto não chega o tão comentado Avatar, continuo me aventurando em outro projeto tridimensional. No caso, Premonição 4, o mais novo capitulo da saga do terror teen que esse ano completou 10 anos.

Pois bem, se conhece o estilo da franquia, não será muito dificil descobrir o que acontece no novo capitulo. Nick (Bobby Campo) junto com a sua namorada Lori (Shantel VanSanten) e um casal de amigos vão assistir uma corrida de stock car, porém ele tem uma premonição de um terrivel acidente no qual ocorre muitos mortos. E de inicio ele consegue enganar a morte salvando ao seu redor. Porém as dividas com o destino serão cobradas e só resta a Nick tentar descobrir quem será o próximo a morrer.

Quem conhece a franquia sabe de pontos fundamentais e claro que acontece em todos os filmes, e nesse ultimo não foge a regra. O primeiro fato é de ter um acidente incrivelmente fatal, depois uma reunião casual dos “sobreviventes” e por ultimo, as tentativas emussiunatis de salvar os amigos. E o pior é que essa incrivel estrutura não muda e está como se fosse uma cartilha de como fazer um filme da franquia Premonição.

O primeiro filme da franquia é sim importante para o cinema de terror teen por muitos fatores. Quando estreou em 1999, estavamos naufragando em titulos de suspense teen onde tinha adoescentes de 28, 29 anos e derivados e sempre tinha um assassino cruel que muitas vezes era o amigo, namorado ou algo relacionado com a protagonista. Pois bem, Premonição teve já de inicio uma chamativa importante e essencial. Quem era o assassino desses pobres “pibes” era a propria morte. Com esse plot diferente, entrou como o ultimo exemplo de originalidade na onda do terror teen da decada de 90.

E assim como muitas franquias de terror, começou a pegar o que chamou atenção de todos e só ficar nessa coisa e pronto. A coisa começou a piorar e o terror teen se autoestragou no começo da decada de 2000, e outros fatores a mais que afetaram a credibilidade da franquia do horror. Atualmente o sistema 3D está sendo usado para dar aquele efeito a mais, e não só funciona para desenhos infantis para aumentar o colorido do filme e por muitas vezes esquecer os seus defeitos como foi no caso da animação da Dreamworks Monstros VS Alienígenas no qual o 3D gratuito e excessivo colaboraram maquiar um desenho com um roteiro fraco demais baseado em seu potencial.

Aqui no quarto filme da franquia, o 3D é importante. Todas as mortes e sequencias possiveis que causam apreensão ao espectador ganham um detalhe a mais, fazendo que seja mais detalhado desde um pequeno prego ou algo maior como um carro ou outra coisa mais. O efeito é tão tremendo que no caso pode fazer uma pessoa sensivel passar mal pelo gore, que no caso da sessão que estive a guria ao meu lado começou a chorar, quase vomitar em uma das melhores cenas do filme. Assim provando qual foi a "coisa boa" do filme.

Tirando essas incriveis “vantagens” vem o mais óbvio do filme: os seus defeitos. Atores péssimos, um roteiro trapo que por muitas vezes soando como desculpa para existir o quarto filme, dialogos sofriveis, estrutura de franquia respeitada a fio e religiosamente assim fechando brechas para algo diferente. Mas ao mesmo tempo devemos se situar que estamos diante de uma franquia de terror que deixou de priorizar uma ideia diferente para entrar no esculacho do gore. Passa longe de ser maravilhoso e só presta para curtir a vibe do 3D. Curto, grosso e sem história, em seu resumo da ópera, um terror comum teen que facilmente cairá no esquecimento.

Premonição 4 (The Final Destination)
Diretor: David R Ellis
Elenco: Bobby Campo, Shantel VanSanten, Halley Weeb, Nick Zano e entre outros
Gênero: Terror
Cotação: 50% - Mais ou menos

Comentários

  1. Parece ser mais do mesmo... Os filmes são legais, mas este quarta parte ao que parece até mesmo o elenco é bem mais fraco. Estão levando a idéia a exaustão.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que eu veria esse filme só para ver como eles vão fazer as cenas de morte. Elas são sempre tão bizarras e isso é terrível...

    ResponderExcluir
  3. Não sou o maior fã da série não viu...

    Enfim Johnny, estou aqui para te convidar para participar da comunidade do blog Cinefilando no orkut! Estamos tentando juntar uma boa galerinha para discutir cinema...

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=95129543

    ResponderExcluir
  4. Eu sou fã dessa trilogia, acho que pela forma inusitada das mortes, rs.

    Parabens pelo blog, muito visual!
    se der, http://awardmovies.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ainda não engoli o 3D...
    E verei "Premonição 4" pela diversão, apesar de que nem isso o terceiro conseguiu me proporcionar. Gosto dos dois primeiros, porém.

    ResponderExcluir
  6. Voltando a falar do filme Premonição, acredito que ele sofreu um declive nas suas continuações, mas alma do filme é inteiramente particular.

    O que eu quero dizer, é que Premonição inovou e se consagrou como um gênero próprio, entende? Lógico, depois caiu na bestificação. No entanto eu adoro ver todos da série, porque são, no mínimo, interessantes de se ver!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Hugo - É mais do mesmo ... mesmo ... eheheh e é aquilo que digo na resenha ... só presta ver em 3D.

    Gustavo - Só para fã mesmo ... e mesmo assim ... em duvida ...

    Milla - Até que nesse filme está um pouco mais sensato. Só tirando a cena do acidente que tem umas cenas assim ... exageradas. Depois em diante são até que criveis mas mesmo assim com uma ponta de irrealidade.

    Tiago - Acho que os fãs da franquia de Premonição são os mais sensatos em termos de idolatria e sensatez. E quase todos sabem que o filme foi feito para aproveitar a levada 3D e que te digo ... É DU CARAI.

    Wally - Eu não engolia o 3D ... mas depois desse exemplo e de Tá Chovendo Hamburger ... creio que ainda tenho esperanças que isso melhore. E sorte que consegui ver legendado (!!!).

    Matheus - Premonição é uma saga importante do terror teen do final da decada de 90. O problema assim como trocentas franquias é que se banalizou e pegou o que funciona de imediato e aplicou aos montes a tal ponto de todos se esquecerem seus verdadeiros principios.

    abraços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas