Corrida Para o Oscar 2009 - O Lutador

O som estridente da bateria, a guitarra rasgada e o grito de força de Metal Health do Quiet Riot não apenas significa um convite a quebrar cabeça, também ela é o tema principal do lutador de Luta Livre, Randy The Ram. A multidão vibra quando o herói chega para quebrar os inimigos na porrada. Mesmo depois de tanto tempo, ele consegue cativar o seu publico. Mas fora dos ringues não pode se dizer que existe glória e sim a batalha diária pela dignidade e vida.

Quando termina o filme O Lutador de Darren Aronofsky caímos para a realidade, ou não? Estrelado por Mickey Rourke, Marisa Tomei e Evan Rachel Wood. Depois do épico-romantico-filosofico-ficção-ultra-lindo-demais A Fonte da Vida, Darren faz um projeto praticamente simples sobre o dia-a-dia de um lutador que teve os seus dias de gloria e que hoje sofre por muitas vezes a falta de espaço e a dura realidade.

O roteiro escrito por Robert D Siegel segue uma linha tão simples que chega até estranhar quem assiste. Mas o fato do roteiro é que ele um suporte para que os atores dêem as interpretações espetaculares. Além de diálogos emocionantes, existem momentos genuinamente descontraídos e até curiosos, principalmente no que se refere aos anos 80/90. Outro fator positivo é a trilha escolhida a dedo por Jim Black onde se ouve o frescor de uma década que passou e quem aproveitou com êxito esses momentos, irá se sentir criança ou jovem ouvindo Scorpions, Quiet Riot e até Guns’n’Roses com Sweet Child O’mine e por curiosidade, o filme faz um agradecimento especial ao cantor Axl Rose. Não podemos esquecer e lamentar a não indicação da musica The Wrestler de Bruce Springsteen que é tão soberba quanto o filme e juntando com tudo que ocorre, se uma lagrima escorrer de seu rosto, se orgulhe por ter visto algo único.

Mickey Rourke está magnífico como Randy The Ram. ele faz uma atuação que de tão natural, ele conquista o espectador já na primeira cena. Ele é um carrossel de emoções até o momento final. Pode se dizer que é muito difícil ver uma atuação poderosa e ainda mais vindo de um ator com um passado tão conturbado quanto o personagem. E junto com ele, vemos também uma atuação belíssima de Marisa Tomei, onde mesmo sendo uma zebra na categoria dela no Oscar desse ano, ela consegue fazer uma personagem difícil, porém tira de letra e traz momentos belíssimos. A Evan Rachel Wood, mesmo aparecendo pouco, arranca uma atuação poderosa e infelizmente esquecida das premiações.

Darren mais uma vez acerta em sua filmografia, mesmo ainda não tenha conferido Réquiem Para Um Sonho, mas quem precisa ver quando tem em sua filmografia a ficção cientifica de 60 Mil dólares Pi e uma neo-obra-prima romântica A Fonte da Vida. Praticamente O Lutador é um filme bem pé no chão. Darren nos conduz o tempo inteiro a jornada de Randy, assim tendo poucas câmeras panorâmicas, dando espaço a maior veracidade para a captação da emoção. Destaque a condução da luta final onde consegue colocar toda a franquia de Rocky no chinelo.

O Lutador é sem duvida nenhuma um filme que arrepia a espinha de qualquer espectador por ter em sua duração sensibilidade e violência, glórias e decepções, resumindo, a retratação fiel de um homem. Uma experiência tão inigualável quanto a vida de Randy ou do Mickey, ou a nossa. Um filme que faz lembrar que a vida é uma luta, e cada dia que se passa se torna uma vitória, podemos ficar destruídos com o tempo, entretanto quando se tem a vontade e o amor pelo que ama, a glória será eterna. Um filme para se guardar na memória.

Ficha Tecnica
O Lutador (The Wrestler)
Diretor: Darren Aronofsky
Elenco: Mickey Rourke, Marisa Tomei e Evan Rachel Wood
Gênero: Drama
Cotação: 97% - Filme Obrigatório

Indicações ao Oscar 2009:
Melhor Ator: Mickey Rourke
Melhor Atriz Coadjuvante - Marisa Tomei

Comentários

  1. Também acho que "O Lutador" é o melhor filme na corrida pelo Oscar, sem dúvida obrigatório. Rourke está perfeito!

    ResponderExcluir
  2. Posso fazer uma pergunta?

    Se THE WRESTLER se chama O LUTADOR, como se chamará o próximo filme de Aronofsky, que no original se chama THE FIGHTER?

    Curiosidades.

    Excelente filme, de um dos melhores realizadores da nova geração.

    Roberto F. A. Simões
    cineroad.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Verei amanhã!!!!!!!!!! Expectativas nas alturas!!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Johnny. Esse filme é primoroso, concordo plenamente com sua nota e sua crítica. O filme é belíssimo e foi completamente esnobado no Oscar. Merecia ter sido indicado à roteiro, direção especialmente. Melhor filme eu adoraria ver, mas sabia que seria complicado. Ainda assim, o filme é belissimo e torço a cada dia mais para que Rourke leve sua estatueta.

    Abraços.
    Rodrigo Mathias.

    ResponderExcluir
  5. Louca para conferir e na torcida por Mickey Rourke!

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  6. Não sou a maior fã do Darren Aronofsky, mas "O Lutador" é um dos filmes que eu mais quero assistir. Acho até que o longa poderia ter sido mais lembrado pela Academia.

    ResponderExcluir
  7. Ô se poderia Kamila. Foi o que faltava pro Darren, um filme simples, mas forte e impactante. Rourke tá perfeito, sem mais. Com certeza foi a esnobada do ano da Academia, como fizeram 'com Into The Wild' no último Oscar.

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ver esse filme, JP, juntamente com Benjamin Button.
    Darren Aronofsky é um dos melhores diretores da atualidade, possuindo filmes impecáveis e pelo menos uma obra-prima incontestável (Réquiem para um sonho. Assista o mais rápido possível). Não é muito lembrado no Oscar, mas seu trabalho é além de premiações.
    Todo trabalho desse cineasta eu já fico de olho.
    Esse aí não deve ser uma exceção.

    ResponderExcluir
  9. Viu onde? Baixou? Quero veer... apesar de não querer muitas expectativas, esses tipos de filme nem smepre me agradam...

    ResponderExcluir
  10. Vini, dá pena em ver que outros filmes que estão abaixo dele tem mais glória ...

    Roberto, veja bem, o Brasil muitas vezes acerta nas suas traduções e outras ... ele derrapa e feio, se lembra de The Fall, aqui vai chegar para dvd, e não para cinema quanto muitos pensavam, e vai se chamar, Dublê de Anjo ... diga ai ...


    Kaue e Anderson vejam sem medo ... vão gostar.

    Rodrigo, esse ano o Oscar pode ser considerado uns dos mais equivocados por deixar grandes filmes de fora e vanglorizar outros que só uma indicação bastava. Uma pena mesmo, mas a ausencia em canção é doloroso.

    Mayara, Rourke ruleia e forte ... quando termina o filme, dá vontade de gritar bem alto: CHUPA ROCKY

    Milla, eu pensava que gostasse do trabalho do diretor, mas veja sem medo esse incrivel e sincero filme.

    Tricolô Marcos, pode ter a certeza que a recompensa virá e rapido para esse filme.

    Ibertson, esse filme é daqueles que mesmo vendo trocentas vezes, parece que tens a mesma sensação da primeira vez ...

    Grande Rob, digamos que ... dei uma viagem aos isteits ... ehehehe mas quando chegar por aqui ... vou garantir o meu ingresso ...


    Abraços a todos

    ResponderExcluir
  11. Caraca! Tua crítica me arrepiou! E minha ansiedade só aumenta, pois verei esse filme hoje!

    Abs!

    ResponderExcluir
  12. Aronosfky é onbrigatório. E demorou para ele fazer um filme do qual pudesse ser BEM mais reconhecido que seus outros trabalhos independentes primorosos.

    Ciao!

    ResponderExcluir
  13. Deve ser um filmaço. Vou ver só dia 15, mas espero muito do filme.

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não vi o filme , amigo, mas deste final de semana não deve passar. E aposto que Mickey Rourke tira o favoritismo de Sean Penn, mas vamos ver, né? Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Sou fã confesso do Aronofsky e pelo visto Mickey Rourke vem como um monstro para esse filme. Empolgadíssimo para ver.

    ResponderExcluir
  16. Ótima crítica, Johnny. Cara, vc já escreveu sobre Napoleon Dynamite?

    ResponderExcluir
  17. Espero sua crítica do RocknRolla! Uma pergunta, seu quesito de notas coloca filme obrigatório (100% a 90) e filme indispensável (90 a 70%), mas o termo obrigatório e indispensável não são sinônimos? Abs.

    ResponderExcluir
  18. Sensacional! Rourke está incrível, na medida perfeita do personagem. Excelente elenco coadjuvante e ótimos diálogos.

    Só é prejudicado por uma montagem meio desleixada.

    Nota: 8/10.

    ResponderExcluir
  19. Johnny, quem é essa mulher no topo do seu blog?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas