O Albergue Parte II (Hostel Part II)


O foco continua o mesmo, porém a essência é bem diferente do que se imagina. Três jovens moças fazem o seu curso de arte no berço do renascimento moderno, Itália. Lorna é jovem meio hippie e meio desligada do mundo. Whitney é aquela que aproveita tudo no momento e algumas vezes se mete em confusões e Beth, que sempre fica na dela, observando tudo e que guarda um importante segredo. E depois de uma aula de pintura, o trio de moças é convencido a ir a um SPA para relaxar um pouco, e vão aonde tem as melhores fontes térmicas da Europa, em um albergue lá na Eslováquia (...).

O Albergue Parte II (Hostel Part II, 2007) continua a saga criada pelo diretor Eli Roth e mantêm o mesmo time do primeiro filme, porém o foco já é outro. De invés de ser rapazes que vão atrás de sexo fácil (alguns defendem como o gancho principal para eles irem ao lugar, outros acham desnecessário) a realidade já é outra, agora são moças que fazem curso de arte que vão atrás de relaxamento e descanso. E as moças são representadas por Heather Matarazzo (Lorna), Bijou Phillips (Whitney) e Lauren German (Beth).

(...) E o herói do primeiro filme, Paxton, pensando que tudo iria sair bem, saiu com a personalidade transtornada e pior, sofre de pesadelos todas as noites e o seu destino realmente não é feliz. E depois do incidente a organização que proporciona ricos entediados com a sua vida (tanto na profissional quanto pessoal, a fazem os instintos primários do ser humano que é matar e sentir prazer) virá uma verdadeira fortaleza aonde qualquer um que irá naquele lugar não sairá sem matar.

A maior polemica do filme não é o filme em si, e sim os eventos que aconteceram antes do filme estrear. Duas semanas antes de estrear nos EUA, vazou literalmente a versão workprint do filme e ainda pior, a versão que sai não está totalmente completa, como exemplo disso, existe seqüências dessa versão que está com o plano verde ou a colagem de um efeito não está correto. Mas o pior ainda estava por vir. Muitas criticas que saíram do filme não foram baseadas na versão final e isso ajudou o filme não ser tão recebido.

O Albergue Parte II estreou arrecadando apenas 8 milhões de dólares, de primeira vista pode se comparar um fracasso comparado o primeiro que arrecadou 20 milhões. Mas se analisar quais eram os filmes que estrearam e quais estavam entre os primeiro, a diferença começa a sentir logo. O primeiro filme estreou onde estavam entre os primeiros King Kong e As Crônicas de Narnia e os dois já estavam em sinais de fraqueza na bilheteria, já o segundo filme estreou concorrendo contra Treze Homens e Um Novo Segredo, Piratas do Caribe: No Fim do Mundo, Ligeiramente Grávidos (uma das maiores surpresas do ano) Shrek Terceiro. E acreditem, competir com esses filmes foram dureza e pior para Surf Up, uma das maiores promessas caiu em fracasso. E por causa desses problemas técnicos o filme vai sair diretamente para o mercado de dvd e fica aquela coisa, deveria ir ao cinema ou não?

O roteiro continua quase o mesmo do primeiro filme, porém se sente algo diferente, que é mais profundidade da organização criminosa que o filme trata, e mais seriedade a trama, isso pode está relacionado pelo fato do elenco principal ser mulheres assim dando mais seriedade a trama e assim deixando de lado as piadas grosseiras que marcam o primeiro filme deixando assim um tom mais serio para a segunda parte da trama.

A direção de Eli Roth para a segunda parte é visivelmente melhor do que o primeiro filme. Indo contra todos os filmes de terror atualmente, Roth está fugindo cada dia mais do estigma videocliptica que se estabeleceu para esse gênero, e é o único que está tentando fazer algo diferente na decaída industria de terror hollywoodiana, que infelizmente está investindo e pesado em remakes. E também no quesito da violência, o homem mostra por que veio, apesar de não ter muitas mortes, porém o teor da violência chega a níveis realmente macabros a ponto de não acreditar no que está se vendo.

O Albergue Parte II é um bom filme? Isso vai depender por que Eli Roth por um lado é uma promessa de um novo mestre dos filmes de horror para alguns fãs de horror e para outros é mais um charlatão que vive escorado em Tarantino. E o filme para quem gostou do primeiro filme funciona tranqüilo, para quem não gostou, vai continuar na mesma, não gostando. Mas a maior parcela de culpa foi dos apressados que foram ver o filme antes de está completo e tirou conclusões que muitas vezes precipitada demais fazendo jus aquele ditado popular, quem é apressado, come cru. Um bom filme? Não sei, eu gostei...


Ficha Tecnica
O Albergue Parte II (Hostel Part II)
Diretor: Eli Roth
Elenco: Lauren German, Bijou Phillips, Heather Matarazzo, Roger Bart, Richard Burgi, Vera Jordanova, Jordan Ladd e Jay Hernandez.
Gênero: Horror

Se Gostou, Recomendo:

Ringu - O Chamado 2
Cannibal Holocaust
Morrer ou Viver
Lady Vingança

Comentários

  1. Eu também gostei, meu caro. Não acho que seja nenhuma obra prima do cinema, nem o primeiro, mas são dois bons filmes de terror.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. IHH! já não começou o caça niquel?
    parte II?
    sei lá...

    ResponderExcluir
  3. Calma meu amigo Felipe, ele não quer fazer a terceira parte não ... e advinha quem inspirou a não fazer ... o Homem Aranha III, ele assim como muita gente, se decepcionou legal e ele disse que prefere parar a franquia ... e ele nesse ponto está certo. queria citar isso na resenha mas é melhor não falar
    até mais

    ResponderExcluir
  4. Não vi graça nenhuma no primeiro, se é que eu posso usar a palavra "graça"...hiahaiha!
    Mas vc entendeu...sei lá, achei um filme muito vazio! Quis parecer muita coisa e acabou não parecendo nada...e que comentários são aqueles que o filme é nojento e tenebrosamente sanguÍneo, não vi tudo isso não!
    De certa forma, é um terror com originalidade...pouco aproveitada, mas original!
    Vou ver o segundo...depois comento com vc!
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Ok. Tenho que admitir: EU TENHO MEDO DE FILMES DE TERRORRRRRRRRR

    huahahhuahuahuahu

    Direto entro aki e tem filme de terror pra comentar hahuhuahuahua
    Onde foi parar o romance galera? Um bom drama? animação? huahuahuhua

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Eu achei legalzinho o primeiro, não é uma maravilha mas também não é uma porcaria. Em breve assistirei esse.

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Até gosto do primeiro, acho-o divertido e gore no último, até demais.

    Agora, as continuas críticas ruins para com este novo tiraram um pouco da minha vontade de ve-lo. Talvez espere na tv a cabo mesmo...

    ResponderExcluir
  8. Johny, adoro o Eli Roth, ja acompanho ele ha alguns tempos, tanto como produtor como diretor. Nao eh nenhum mestre mas tem cacife pra dar um ritmo ao genero de horror, que eh dificil pra trabalhar.
    Vi que sugerisse Cannibal Holocaust - bela sugestao, mas como encontrar esse filme? Ja fuçei em todo canto, mas nada que pudesse ser aproveitado, até pq nem foi lançado comercialmente no Brasil, entao ficamos na mao da Internet. Tens alguma dica de onde acha-lo?

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de filmes que nos conseguem nos fazer sentir o que Johnny descreveu:
    "...porém o teor da violência chega a níveis realmente macabros a ponto de não acreditar no que está se vendo."

    Para mim isso mostra onde encontramos a arte em filmes desse gênero. Fazer o espectador sentir algo tão forte é mérito de um verdadeiro artista.

    Ótimo post. Estou ansiso para assisti-lo.

    ResponderExcluir
  10. Bom, a desculpa dada pelo Eli Roth para o fracasso desse filme foram as inúmeras cópias piratas que o filme recebeu.

    No entanto, eu acredito que filmes neste formato já cansaram o público.

    Como eu não sou a maior fã do primeiro filme, vou passar a continuação.

    ResponderExcluir
  11. João,diga lá!
    Olha tõ passando para dizer que continuo acompanhando seus posts por aqui no Cine JP.Mas sendo sincero contigo encontro dificuldade em comentar seus mais recentes, prq naum conferi os filmes objeto de sua análise.Mas fique sabendo que sempre que posso estou na área!
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Engraçado, eu gosto do primeiro... até no instante em que se transforma em gore e vira baixaria, eca. Cannibal Holocaust é uma brincadeira muito louca, mas não creio que quem gostou desse Albergue goste dos canibais. Na verdade, acho que o público gore em geral despreza O Albergue... o "JP" no título é de João Pessoa?

    [www.metaplano.blogger.com.br]

    ResponderExcluir
  13. não Heron ... é o meu nome João Paulo ... entende ...

    ResponderExcluir
  14. O filme original é patético e sem clima algum de horror. Detestei ainda mais quando assisti novamente no início do ano. Devo gostar um pouco mais da continuação, pois o trio central agora é feminino (gosto mais dos filmes do gênero que são protagonizados por atrizes) e o motivo da viagem delas é muito mais interessante do que o manjado "em busca de sexo" do primeiro filme, mas nada posso esperar de um filme que tem o nome de Eli Roth.

    ResponderExcluir
  15. E aí, meu amigo? quando teremos atualizações por aqui?
    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas