Ringu 2


Reiko Asakawa e Yoichi, seu filho, pensavam que estavam livres da maldição que Sadako Yamamura impôs contra eles, ledo engano. Mais uma morte baseada na fita ocorre nas redondezas e os dois desaparecem. Enquanto isso, a policia tenta encontrar respostas sobre o que está acontecendo. E quando fazem a autopsia do corpo da Sadako eles descobrem algo realmente perturbador (...)



Ringu – O Chamado 2 é continuação direta do primeiro filme e ainda fez algo que só agora, alguns cineastas fazem, o “time que se ganha não se mexe”. E exemplos não faltam como a franquia do Piratas do Caribe, Homem Aranha, Evil Dead e por ai vai. Porém na franquia americana não foi tão bem assim. Eles fizeram o mesmo erro que Sam Raimi fez. Chamar o diretor da franquia original, Hideo Nakata e fazer a sua seqüência, mas assim como O Grito de Sam Raimi, O Chamado 2 de Hideo Nakata não foi tão bom quanto parecia, mas a continuação japonesa ...

(...) No meio disso tudo, Mai Takano, vai à busca do que aconteceu com seu amado, Ryuji Takayama, morto pela maldição de Sadako. Ela vai por iniciativa própria saber o que aconteceu e vai atrás de Reiko e seu filho. E Mai tentará buscar ajuda a um repórter que quer continuar o trabalho inacabado de Reiko e um doutor que quer provar a existências de espíritos através de meios científicos. Mas quem teve o contato com Sadako e não morreu proliferam poderes psíquicos semelhantes dela e será que realmente quem desfez a maldição está totalmente livre?

Bem, o roteiro do filme não chega ser tão rico quanto o primeiro, mas mantém alguns preceitos básicos como o desenvolvimento gradual dos personagens. Entretanto, a continuação fez algo no mínimo curioso que foi dar mais ênfase aos personagens secundários da primeira trama e elevar eles a peças fundamentais (exemplo disso, é que a Mai Takano no primeiro era só uma mera figurante, nesse ganha destaque forte para a trama). Hideo Nakata acertou em vários pontos cruciais: a segunda parte da trama consegue ter o mesmo envolvimento subjetivo que tinha no primeiro, porém no decorrer da trama, em nenhum momento a sua continuação quis superar o primeiro e sim dar continuidade ao trabalho. Também ele optou mais uma vez esconder a peça “chave” que é Sadako.

O filme deixa logo uma coisa bem implícita, ele não quer ser melhor do que o primeiro, como se vê na maioria das seqüências hollywoodianas, vide Mamão Aranha e Shereca, e sim continuar uma história para ver quais são os rumos ou proporções que ela pode tomar. E nesse filme conseguiu com louvor continuar o belo trabalho que Hideo Nakata construiu. Momentos tensos, conclusões surpreendentes e seqüências malignas que fazem que o espectador fique preso na cadeira até o ultimo instante. Melhor que o original nunca, mas pense numa continuação que vale a pena ver e rever.

Ficha Tecnica
Ringu 2 (Jap, 1999)
Diretor: Hideo Nakata
Elenco: Miki Nakatani, Hitomi Sato, Rikiya Otaka, Hiyroyuki Sanada e Nanako Matsushima
Gênero: Suspense

Se gostou desse filme, recomendo:

Uma Noite Alucinante 2
Dark Water
Ju-On - O Rancor


Comentários

  1. Como vc está careca de saber: não gostei.

    O principal motivo é a tentativa de racionalizar o sobrenatural.

    ResponderExcluir
  2. Ah!

    Mas como sei diz por aí, gosto é gosto! rsrs

    abraços!

    ResponderExcluir
  3. Valeu Johnny!

    Gostei muito do teu blog também, ele já está relacionado!

    A respeito do filme, gostei muito do primeiro, mas ainda não assisti o segundo...

    O cinema oriental está mostrando muita qualidade, principalmente o Coreano.

    Até a proxima!

    Cineoba.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amigo, gosto demais dos remakes americanos, e preciso encontrar os originais pra assistir.

    Mas O Chamado é um grande filme!

    abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas