60 Segundos (Gone In 60 Seconds)

O que vem pela cabeça quando vem essa palavra: carro ?
Algumas vezes essa palavra se torna tenebrosa no cinema pelas suas histórias automaticas, com furos no roteiro inexplicaveis, mulheres lindas que se não falam nada e ter só um proposito: diversão, Bem ... esse é a "grande" proposta de 60 Segundos (Gone in 60 Seconds).

O filme conta - nos a história do lendario ladrão de carros Randall "Memphis" Raines (Nicolas Cage) pensava ter deixado essa vida do crime para trás mas se vé forçado a deixar a sua aposentadoria para, em um forço extremo (há?), para salvar o seu irmão (Giovanni Ribisi) da ira de um terrivel mafioso (que de terrivel não tem nada), junto com a sua equipe para salvar o seu irmão da roubada.

a direção de Dominic Sena pode se dizer, ele deixou o filme em piloto automatico e com isso o filme se torna altamente falho e cansativo, menos para os amantes do carro (claro) mas venhamos e convenhamos ele tem uma direção amadora mas por incrivel que pareca ele soube conduzir o que tem de melhor ... a sequencia principal de ação e mais nada. o roteiro do filme parece ter mais buracos do que as estradas do Brasil, recheados de tecnicas usadas em filmes de ação de terceira categoria e somos ogrigados a ver grandes atores a dizerem baboseiras que o espectador não acredita ver esse ator dizendo frases de uma criança de 8 anos.

Um ponto alto do filme mas ao mesmo tempo foi aonde pecou foi no elenco, a começar ... O que Robert Durval faz nesse filme ? numa atuação desprezivel e inacreditavelmente ruim. Angelina Jolie faz o que qualquer mulher gostosa faz em um filme desse tipo: paga de gostosa, não faz nada na trama, e nem acresenta e o obvio ... fica com o principal. Giovanni Ribisi nem faz muito na trama e nem tem um momento grandioso, só no começo quando ele rouba o Posche. Agora vamos aos atores que "salvaram" o filme e foram dois atores : Vinnie Jones e claro Nicolas Cage. Vinnie Jones tem o que qualquer fã de filme de ação gosta : é durão, fala nada (só uma frase no minimo curiosa) e tem grandes momentos no filme alem de ser marcante na tela e não é a toa que ele rouba a cena em jogos, trapaças e dois canos fumegantes e Snatch - Porcos e Diamantes e hoje se juntou ao elenco de X-Men 3 (Jurggernaut) e claro Nicolas Cage, que na minha opinião é um ator completissimo, ele tira de letra qualquer filme , desde do bobo Con Air, o romantico Cidade dos Anjos e no mais recente Senhor das Armas, e nesse filme ele faz de melhor, ser carismatico, conquista o espectador pelo seu jeito e faz a sequencia de perseguição eletrizante mesmo com um personagem limitadissimo.

Um verdadeiro ponto positivo é o que o publico mais gosta, os aspectos visuais, o filme, graças a Jerry Bruckheimer (o homem ação) e não pelo seu diretor tem de melhor em cenas e sua unica sequencia de perseguição tem uma grandeza inquestionavel e também Eleonora dá um show a parte e quem ver o filme saberá logo quem é ela e quem vai ver. as montagens das cenas são boas a perseguição eletrizante e bem conduzida e a trilha sonora é uma boa para quem gosta de sentir adrenalina no sangue destaques para a musica dos creditos iniciais, Jane's Addiction e a musica tema cantada pelo grupo de hard rock Cult.

A grande pergunta que fica no ar: mesmo com um ótimo elenco desperdiçado, um vilão fraquissimo, um roteiro altamente sofrivel mas com belos carros, boas doses de humor e Nicolas Cage; o filme funciona ? bem depende de quem vai ver, funciona para quem gosta de carros, cenas de ação e princpalmente para quem procura uma boa ação mas não espere um filme pensativo. é como diz no trailer, eles roubam o seu carro em 60 segundos e como você vai esquecer esse filme mais rapido do que se imagina

Nota : 6,0

Comentários

Postagens mais visitadas