26 de janeiro de 2011

Um Namorado Para Minha Esposa

Podemos até dizer que em 2011 não terá tantos remakes quanto foi o ano passado. Porém um anuncio de um remake de um filme argentino abre os olhos para o novo local para Hollywood fingir que é genial e uma boa parcela do publico acreditar que isso é maravilhoso. Steve Carrell anunciou meados do ano passado que irá fazer o remake de um dos blockbuster mais expressivos da Argentina, a comédia romântica Um Namorado Para a Minha Esposa. Agora o que podemos falar do filme original e o que esperar do remake?

O ponto de partida começa com a crise do relacionamento entre Tenso (Adrián Suar, Igualzinha a Mim) e Tana Ferro (Valeria Bertuccelli, Lluvia). Ele se sente sufocado por sua mulher falar sem parar e ainda para piorar o gênio dela é impossível. Pressionado pelos amigos, Tenso é induzido a contratar um trapaceiro chamado Cuervo Flores (Gabriel Goity) para seduzir a sua mulher sendo que a cada dia que se passa, descobre o verdadeiro valor da sua mulher.

Um estrondoso sucesso na Argentina levando milhões de pessoas ao cinema em 2008, o filme conta de uma maneira leve e descompromissada uma história romântica que seria um desastre se não tivesse as peças certas. E por falar em peças certas, as atuações de Bertuccelli e Suar fazem diferença e criam momentos engraçados e emocionantes que fazem o espectador reflita sobre a vida de casado.

A noticia da releitura americana veio quase bem a calhar. A parte boa é que os olhos do mundo voltam de uma maneira curiosa as grandes forças do cinema latino-americano. Torna-se uma grande oportunidade para eles conhecerem a grandeza do nosso cinema, entretanto, se torna também um perigo quando começam a querer fazer remakes de filmes desastrosos, parem para pensar, queriam ver o remake americano de Se Eu Fosse Você no cinema?

Um Namorado Para Minha Esposa é um filme gostoso de assistir. É um passatempo sincero e divertido. Perfeito para um sábado ou domingo a tarde para ver com a pessoa amada ao lado e perceber que até nas piores relações, ainda há esperança atrelado ao sentimento. A esperança agora se torna em saber quem vai ser quem no remake americano... Idéias, todos nós temos, restam saber se será tão legal quanto o filme original.



Ficha Técnica
Um Namorado Para Minha Esposa (Un Novio Para Mi Mujer)
Diretor: Juan Taratuto
Elenco: Adrián Suar, Valeria Bertuccelli, Gabriel Goity, Benjamin Amadeo, Guillermo Francella e Mercedes Morán
Gênero: Romance/Comédia
Cotação: 70% - ***

21 de janeiro de 2011

Nicole Kidman e Jennifer Lawrence: Dois filmes, Duas Musas.

Em 2011, provavelmente teremos um ótimo duelo no oscar 2011 na questão de Melhor Atriz. Alguns dizem está sendo a força de Natalie Portman por Cisne Negro. Mas talvez o maior foco estará em uma musa por muitos e uma promessa que está surgindo no cenário hollywoodiano. Nicole Kidman por Rabbit Hole e Jennifer Lawrence por Inverno da Alma. Dois filmes difíceis que não dá para negar a excelência dessas duas atrizes nesses projetos. Quem será a vencedora desse duelo.

Kidman após alguns projetos duvidosos volta de uma maneira explosiva em Rabbit Hole. Dirigido pelo polêmico John Cameron Mitchell fala sobre as dificuldades e superação de um casal, vividos por Aaron Eckart e Nicole Kidman, após a morte prematura de seu filho pequeno. O filme mostra de uma maneira intimista as dificuldades de cada personagem para superar essa situação. O marido tentando ir aos grupos de apoio e enquanto a esposa tenta se aproximar mais do algoz que matou seu filho, um jovem adolescente.

Em um papel difícil, Lawrence vive Ree, uma jovem de 17 anos que cuida da casa sozinha. Cuida dos dois irmãos pequenos e uma mãe doente mentalmente. A vida se complica quando o xerife do condado avisa que o pai dela colocou como garantia de se ele não for à justiça. Sozinha, ela vai tentar buscar o pai com a esperança de encontrar para reverter à situação de casa.

Tanto Rabbit Hole quanto Inverno da Alma são projetos que buscam a densidade em cada minuto. Não se preocupam em fazer direções impecáveis, já que os dois filmes têm algo em comum: uma explosão de atuação de suas musas. Apesar da ojeriza declarada a Nicole Kidman, é impossível ter indiferença em sua atuação em Rabbit Hole. Ao lado Aaron, existe momentos tão fortes que um dialogo entre os dois sobre um celular poderia causar tanta impressão que queremos ver essa cena de novo só para saborear um talento impressionante de Kidman.

Inverno da Alma impressiona pela sua protagonista em assumir um papel dificilíssimo em relação a sua idade que prende o espectador em poucos minutos pela sua garra e determinação. O buzz encima da atriz só se tornam realidade do inicio ao fim da trama, principalmente na cena do lago que provavelmente é o melhor momento do filme. Também não podemos deixar de citar o ator que faz o tio dela. Nos momentos finais consegue estar em par de igualdade com a Jennifer Lawrence.

São filmes ricos em densidades e talentos de suas musas. Filmes que são pratos cheios para cinéfilos já que eles vejam uma musa voltando a brilhar e o surgimento de uma nova musa no cenário. Ao seu termino as lágrimas talvez apareçam porém a emoção do espectador seja uma recompensa de ver duas preciosidades em ação. Sem duvida o Oscar 2011 será um privilegio em ver verdadeiros talentos em cena.



Notas
Inverno da Alma : 90%
Rabbit Hole - Reencontrando a Felicidade : 80%

19 de janeiro de 2011

Os (atrasados) comentários do Globo de Ouro 2011 e o que esperar do Blog de Ouro 2011

O óbvio aconteceu na noite do Globo de Ouro. A vitória de A Rede Social só apenas aumentou a força do filme para o Oscar 2011. Para muitos, alguns Oscars já tem seu respectivo dono: o polemico filme que mostra o crescimento expressivo dessa rede social e os caminhos nos quais chegou ao poder. Também nessa mesma noite teve a gloriosa vitória da dramédia Minhas Mães e Meu Pai que era o franco favorito em uma categoria que todos reconheceram que foi um desastre sem conseqüências.

Na categorias que premiam os atores, mais uma vez aconteceu o que poderá ser repitido no Oscar: o franco favoritismo de Colin Firth por O Discurso do Rei, Melissa Leo e Christian Bale por The Fighter (Sem duvida ele bêbado foi o melhor da noite). Alguns já consideram que Natalie Portman é a favorita por Cisne Negro porém há de lembrar que Annette Benning não está morta e pode surpreender, fora as outras duas grandes atuações de Nicole Kidman e Jennifer Lawrence (atuações mais detalhadas no próximo post) em seus respectivos filmes.

E na categoria de animação a vitória de Toy Story 3 era vista como o momento mais sem surpresas da noite. A Pixar mais uma vez vai conquistar mais um novo Oscar, também não é por menos já que Toy Story 3 é mais uma obra prima dessa produtora e mesmo com a Dreamworks ter feito sua “obra-prima” (já que é uma das obras mais superestimadas do ano passado) Como Treinar seu Dragão. E ainda para aumentar, será a vitória mais óbvia da produtora no Oscar, até mesmo superando a vitória de Wall-E no Oscar. Assim transformando a vitória de Up uma das mais difíceis e mais justas da produtora.

E também nesse fim desse mês será uma das melhores premiações ao lado do Oscar, o nosso Blog de Ouro 2011. Esse ano também juntou as tendências de premiações e A Origem e A Rede Social estão no topo, mas um filme que também encheu os nossos olhos em 2010 está presente como o maravilhoso A Ilha do Medo e filmes que o Oscar esqueceu como os maravilhosos Ponyo e Mary e Max estão indicados. Fiquem de olho para o grande dia e aqui vai a minha lista pessoal de uma previsão que sei que vou acertar pouco mesmo, o famoso chutometro. Parabéns a todos da SBBC por mais um ano brindar a todos nós com essa incrível oportunidade de premiar os melhores de uma maneira democrática.


FILME
A Rede Social

DIREÇÃO
A Rede Social - David Fincher

ATOR
Leonardo DiCaprio - Ilha do Medo

ATRIZ
Annette Benning - Minhas Mães e Meu Pai

ATOR COADJUVANTE
Woody Harrelson - O Mensageiro

ATRIZ COADJUVANTE
Marion Cotillard - A Origem

ROTEIRO ORIGINAL
Mary e Max - Uma Amizade Diferente

ROTEIRO ADAPTADO
A Rede Social

FILME NACIONAL
Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro.

ANIMAÇÃO
Mary e Max - Uma Amizade Diferente

ELENCO
A Origem

FOTOGRAFIA
A Ilha do Medo

MONTAGEM
A Origem

DIREÇÃO DE ARTE
A Ilha do Medo

FIGURINO
Direito de Amar

TRILHA ORIGINAL
A Rede Social

CANÇÃO ORIGINAL
Toy Story 3 - “We Belong Together” (Randy Newman)

MAQUIAGEM
A Ilha do Medo

EFEITOS VISUAIS
TRON - O Legado

SOM
A Origem

6 de janeiro de 2011

Os Melhores, Piores e Fatos de 2010

Melhores de 2010. O Cine JP fecha mais um ciclo cinematográfico de um ano interessante no qual por motivos já citados em outros post. Para alguns, memorável. Outros, esquecível. Vamos citar os melhores em algumas categorias interessantes. E também esse post é de numero 300. Então nada melhor do que comemorar com essa grande lista!



Melhores Filmes do Ano

- A Rede Social
- A Origem
- The Killer Inside Me
- Toy Story 3
- Machete
- A Ilha do Medo
- Kick Ass
- Cameraman The Life and Work of Jack Cardiff
- Garota Fantastica
- Yo Tambien


Piores Filmes do Ano

- Os Vampiros que Se Mordam
- Segurança Nacional
- Par Perfeito
- Caso 39
- Legião
- Skyline – A Invasão
- Resident Evil 4
- Como Cães e Gatos 2
- Marmaduke
- Igualzinha a Mim


Atuações femininas do ano

- Jennifer Lawrence (Inverno da Alma)
- Lola Dueñas (Yo Tambien)
- Nicole Kidman (Rabbit Hole)
- Érica Rivas (Por Tu Culpa)
- Grasalia Borges (Dois Irmãos)
- Martina GusmanMarion Cotillard (Abutres)
- Marion Cotillard  (A Origem)
- Ellen Page (Garota Fantástica)
- Lotte Verbeek (Nothing Personal)
- Noomi Rapace (A Garota Que Brincava com Fogo)



Atuações masculinas do ano

- Leonardo DiCaprio (A Ilha do Medo)
- Ricardo Darin (Abutres)
- Antonio Gasalla (Dois Irmãos)
- Aaron Eckart (Rabbit Hole)
- Leonardo DiCaprio (A Origem)
- Robert DeNiro (Está Tudo Bem)
- Casey Affleck (The Killer Inside Me)
- Ben Affleck (The Town)
- Justin Timberlake (A Rede Social)
- Jesse Eiseberg (A Rede Social)


Melhor Elenco

- A Rede Social
- A Origem
- The Town
- Kick Ass – Quebrando Tudo
- Esquadrão Classe A
- O Fantástico Sr. Raposo





Melhores Revelações

- Noomi Rapace
- Jennifer Lawrence
- Drew Barrymore (como diretora)
- Rooney Mara
- Gemma Arterton
- Andrew Garfield
- Arnie Hammer
- Tom Hardy
- Lotte Verbeek
- Olivia Wilde







Fatos de 2010

- As vitórias de Kathryn Bigelow, O Segredo de Seus Olhos e Sandra Bullock no Oscar 2010
- Tropa de Elite voltando a dominar o cinema brasileiro
- A Disney entre os bilhões e prejuízos
- A invasão de franquias para serem filmados no Brasil
- O fim das maiores franquias da década
- A grande volta de Nicole Kidman

Vexames do ano

- Mais um ano de vexame na eleição do representante brasileiro para o Oscar
- Os Mercenários e a promessa não cumprida
- O uso desenfreado do 3D
- Os fracassos de bilheteria de “novas franquias” do cinema
- As tentativas de Katherine Heigl ser a nova queridinha das comédias românticas
- A falta de respeito das produtoras brasileiras para alguns lançamentos de cunho mundial

Personagens do ano

- Ethan Tremblay (Due Date)
- Lisbeth Salander (Trilogia Millennium)
- Megamente (Megamente)
- Sr. Raposo (O Fantástico Sr. Raposo)
- Machete (Machete)
- Dom Cobb (A Origem)
- Mark Zuckerberg (A Rede Social)
- Ryan Bingham (Amor Sem Escalas)
- Evelyn Salt (Agente Salt)
- Minions (Meu Malvado Favorito)

Musas de 2010

- Rooney Mara (A Rede Social, A Hora do Pesadelo, Juventude em Revolta e The Winning Season)
- Gemma Arterton (Prince of Persia, Fúria de Titãs e O Desaparecimento de Alice Creed)
- Emma Stone (Easy A)
- Noomi Rapace (Trilogia Millennium)
- Kristen Wiig (Garota Fantastica, MacGruber)
- Martina Gusman (Abutres)
- Sabrina Garciarena (Pagafantas Felicitas)
- Anna Kedrick (Amor Sem Escalas, Scott Pilgrim VS O Mundo)
- Thelka Reuten (The American)
- Violante Palacio (The American)


Que começe 2011 povo!

3 de janeiro de 2011

Incontrolável


Alguns reclamam, alguns gostam, porém todos vêem os filmes de Tony Scott. O estilo frenético de sua câmera junto com uma fotografia tensa são uma das várias características desse diretor e irmão de Ridley Scott. Apesar do conflito de seus filmes com a critica, surge a surpresa no final do ano. Incontrolável, seu novo projeto e mais um com seu amuleto da sorte Denzel Washington e o mais novo astro em ascensão, Chris Pine. Qual é o grande charme desse filme de ação?


Por um descuido humano, um trem de carga começa a correr de uma maneira incontrolável e ainda para piorar existem vagões que contem elementos químicos que seu choque pode ter a equivalência de um míssil nuclear. Os únicos que podem impedir é um maquinista perto da sua aposentadoria e um jovem operário que tem problemas com sua mulher e conseguir o impossível, parar o trem antes de uma tragédia maior.

Inspirado em fatos reais que aconteceu no começo da década em uma cidade pequena dos Estados Unidos, o filme em si é sustenta em elementos praticamente simples. Não existe um vilão, não tem argumentos mirabolantes, entretanto se sustenta pelo próprio fato real. Um roteiro que toca em momentos simples e não enrola o espectador; Não existem atuações profundas; Tem uma trilha sonora que engrandece os momentos de ação; e a maestria de ação de Tony Scott impressiona por não sustentar efeitos especiais e sua veracidade nos momentos mais impressionantes da fita deixam qualquer um fã de ação satisfeito.

Incontrolável são 90 minutos de pura ação. Não adianta procurar profundidade, o que o filme propõe é simplesmente deixar o espectador roendo as unhas para saber como termina essa incrível história. O filme provavelmente se tornará um futuro Domingo Maior ou uma Sessão da Tarde já que o espetáculo maior não é ser uma obra de arte, mas saber que o maior espetáculo é a própria vida real que consegue criar momentos espetaculares.



Ficha Técnica
Incontrolável (Unstoppable)
Diretor: Tony Scott
Elenco: Denzel Washington, Chris Pine, Rosario Dawson, Ethan Suplee, Kevin Dunn, Kevin Corrigan e T.J. Miller
Gênero: Ação/Suspense
Cotação: 80% - ****