Professora Sem Classe

A personagem de Cameron Diaz em Professora Sem Classe, novo filme de Jake Kasdan, é puro repudio para muitos. Ela representa todo tipo de comportamento que está longe de ser um exemplo de uma professora. Já a personagem de Lucy Punch, que brilha nesse filme, é meiga, atenciosa ao extremo aos alunos e tem uma dedicação extrema ao que ama, ou seja, o valor de ensinar. Só tem um problema, a malvada é boa e a boa é má.

A história do filme tem como ponta pé o declínio extremo de Elizabeth Halsey (Diaz), no qual vivia na pura mordomia até ser chutada pelo noivo rico e vai conviver em um apartamento minúsculo com um cara detestável. Ela volta a ser o que não queria, ser professora que utiliza a melhor técnica de classe, passando filmes que envolvem professores, e ainda vai o corredor com Amy Squirrel (Punch) uma professora idealista que tenta ser a melhor do mundo, mesmo sabendo que os alunos a olham como uma idiota.

A história muda quando ela sente rivalidade pela sua vizinha pelo professor Scott Delacorte (Justin Timberlake) um professor riquinho, porém tão sensível quanto se imagina. Elizabeth crê que colocando silicone irá conquistar o riquinho, e ai começa uma jornada imoral da mesma para conseguir seus objetivos, ou seja, tudo para se dar bem no final.

É interessante o desenvolvimento do roteiro em colocar em cheque para o espectador e torcer para que a personagem de Diaz e sentir uma repulsa bizarra pela personagem de Punch já que ela extrapola as barreiras da bondade e cria uma vilã que acredita mais pela sua moralidade pedagógica do que é concreto. As duas atrizes arrasam de uma maneira belíssima seus personagens extremos em suas concepções, porém maravilhosos para o publico. E fiquem de olho em Lucy Punch, ela vai dar muito que falar.

Pelo lado masculino, temos Justin Timberlake e Jason Segel que estão muito bem adequados aos seus papeis representando a questão da estética das duas personagens principais, o sentimentalismo contra o realismo sendo que eles desenvolvem de maneiras interessantes e mais engraçadas, principalmente Segel que trata determinadas tiradas do personagem de Timberlake como se fosse um pastiche.

Talvez o maior pecado de Professora Sem Classe seja de carregar um humor difícil, negro ao extremo e principalmente chocante para uma parcela do publico que com esse tipo de história acreditarão em mudanças. É um filme que critica o que é politicamente correto e coloca em voga que a realidade de determinadas situações consegue ultrapassar o que é correto. Risos negros, porém dotadas de uma realidade impar.

Ficha Técnica
Professora Sem Classe (Bad Teacher)
Diretor: Jake Kasdan
Elenco: Cameron Diaz, Lucy Punch, Justin Timberlake, John Micheal Higgins, Thommas Lennon e Jason Segel
Gênero: Comédia
Cotação: 65% - ***

Comentários

  1. A maioria das críticas sobre este filme são ruins.

    É o tipo de filme que assistirei em dvd no tv a cabo apenas.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Mas a Cameron Diaz está gostosa, né?

    ResponderExcluir
  3. Prefiro a Punch ... essa dai ... CAIMU IN CIMA!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas