Reflexões de alguns filmes ruins ...

Como conseguimos ver um filme medíocre? Queremos por muitas vezes respostas e nós, críticos, conseguimos criar argumentos profundos e ao mesmo tempo concretos do por que a cada dia que se passa, falar sobre um filme ruim se torna uma arte tão interessante e tão perdida. Em 2010 conseguimos evitar por muitas vezes determinados filmes, porém o boca a boca de cada cinéfilo para dizer é ver para crer se tornou quase um vicio para todos nós falar mal de um filme, mais ainda com o discernimento do que está falando.

Vemos mais uma vez exemplos equivocados do cinema brasileiro. Mas esse ano alguns filmes se tornaram louváveis por tentar trazer novos gêneros para dentro do nosso cinema, porém a falta de experiência ou a falta de atenção ou outros fatores que vocês consideram justos para argumentar por que muitas vezes o cinema brasileiro está longe de estar de ser um cinema de ponta. Fitas de ação dignas da Millennium Films, comédias extremamente regionalistas e gente que se acha cineasta, mas argumento decente passa longe fizeram parte negra desse ano.

Vemos mais uma vez comédias românticas sendo disparadas como excremento hollywoodiano e presença certa nos piores do ano. Se viu mais uma vez atriz tentando em uma maneira mais constrangedora ser a rainha das comédias românticas. O primeiro exemplar conseguiu ser mais constrangedor ao exemplar do ano passado mas por sorte o segundo filme conseguiu ser um pouco mais interessante mas se for por causa dela, felizmente ela não foi o motivo de ser bom mas sim da estrutura natural do filme em si.

Adoro animais de estimação, sério mesmo, porém baseados nos exemplos que saíram esse ano, aprendemos que filmes dessa característica não dão certo. E ainda para colocar com cereja do bolo, consegue se ver de uma maneira tão descarada o desperdício de elenco nessas dublagens que ao final de tudo pensamos quanto eles ganharam para fazer isso tudo ou que são amigos dos produtores e fizeram de graça.

Quando pensamos que o time dos sonhos pode sair do papel, se esquece do fundamental, quem consegue arquitetar todo o time e para o lamento dos sensatos, vemos um M azul muito suspeito em nossos sonhos e essa mesma letra começou a convertir o dream team em dream sucks por um filme extremamente mal feito para ser comparado aos piores lançamentos dos anos 80... e o pior é que o produtor chefe desse time dos sonhos foi o que produziu o pior dos anos 80.

Vemos também franquias gigantes chegando ao filme. Lagrimas? Ou alivio? Para muitos que odiavam essa determinada franquia ficaram aliviados em saber que esse é o ultimo capitulo. Mas as lagrimas saíram de seus fãs por saber que é o fim de tudo. Dá vontade de chorar e muito por que vemos que o último capitulo dessa franquia utilizou recursos que atraem bilheteria mas o que realmente atraiu foi o ódio dos sensatos e tristeza aos seus fãs por um capitulo mediocre dentro de tantas de sua franquia, mas ver teorias mais estranhas se tornarem realidade, é um puro ode ao suicídio cultural.

E ao final de tudo, chegamos ao único filme de 2010 que conseguiu uma nota negativa literalmente. Para um filme conseguir ter -1 é por que infelizmente as coisas não saíram como deveriam ser... Ou saiu e nós, cinéfilos por tamanha negatividade exposta aos nossos olhos não conseguimos compreender e dizer: isto é real. Para quem viu, sentiu não só vergonha total ao projeto, mas repudio em saber que existe pessoas que conseguem fazer esse tipo de cinema e muita gente talentosa fica de fora. Mas pensamos, esse “cinema” é praticamente um fast food. Mas não conseguimos encarar de uma maneira crível essa coisa e dizer no final de tudo que é comida, ou seja, cinema.

Em 2010 tiveram alguns exemplares que devemos esquecer. Porém o que não devemos esquecer que filmes ruins dificilmente sairão de nosso imaginário por essas grandes questões tão profundas como o sentido da vida do tipo: ele dirigiu bêbado? O ator ta devendo aluguel? Por que perdi meu tempo vendo essa droga? Como posso curar meus olhos com tanto excremento visual? ... 2010... Seus filmes ruins realmente serão lembranças que a partir do primeiro dia do ano que vem, a cada dia, gradualmente, cairão no limbo, no qual, pertencem.

Comentários

  1. Tô muito decepcionada com as comédias românticas de 2010. O que salvou o ano foi TRopa de Elite 2 e A Origem!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. O gênero comédia um dos mais desgastados atualmente. Quando é uma comédia romântica segue sempre a mesma fórmula de desencontros e diálogos engraçadinhos. Se o filme é uma comédia pura, lá vem o besteirol repleto de piadas idiotas.

    Infelizmente falta criatividade no gênero.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. até mesmo os filmes ruins tem coisas a nos ensinar!

    http://filme-do-dia.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas