Juntos Pelo Acaso

Juntos Pelo Acaso é aquele tipo de filme que já no primeiro frame, no primeiro acorde da musica inicial e acima de tudo, no primeiro olhar da personagem de Holly, vivida por Katherine Heigl, sabemos como vai terminar. Ou seja, tudo bem, afinal isso é comédia romântica hollywoodiana que tem um publico altamente especifico e acima de tudo sabe que terá sucesso entre os mesmos. Mas o filme vale a pena uma conferida no cinema ou esperar chegar ao dvd para ver a dois após um jantar romântico?

Holly (Heigl, que também produz o filme) e Eric Messer (Josh Duhamel, Quando em Roma) não tiveram uma grande química no primeiro encontro arranjado pelos seus amigos Peter e Alison. O tempo passa e Peter e Allison se casam, tem uma filha pequena chamada Sophie e que Holly e Eric são os padrinhos. Mas a morte prematura dos pais de Sophie faz com que a responsabilidade da criança caia nos dois padrinhos que mesmos com as diferenças extremas se juntam por um bem comum, a pequena Sophie.

Roteiro previsível até o osso, porém mesmo assim sedutor no que corresponde ao ponto da responsabilidade de ser pai/mãe repentinamente consegue trazer risos e emoção, até que por ai é um grande ponto. Pode até se tornar um problema quando esse mesmo roteiro dá um suporte para desenvolver um vicio horrível que carrega as ultimas atuações de Heigl que são as piadinhas constrangedoras e fora do contexto que nem sorriso amarelo sai.

Por falar em atuação... Bem, não sei se alguns fãs da atriz perceberam, mas nos últimos dois filmes parece que ao invés dela ser a estrela principal, quem rouba a cena é o seu parceiro de cena. Em A Verdade Nua e Crua e Par Perfeito, os dois co-protagonistas conseguem ser melhor do que a atriz e pior ainda para o segundo filme, no qual a Lionsgate culpa o projeto pelo prejuízo causado para a produtora pela fraca bilheteria. Após esse antecedente, necessita falar quem é o melhor em cena nesse filme?

Ao final de tudo, pode ser um chick flick decente para um final de semana romântico, porém se ver por esse lado. Apesar do roteiro quase desastroso e sem inovação, pelo menos o filme consegue prender e ter (poucos, porém sinceros) momentos emocionantes e só. E Katherine Heigl, pare de fazer cara de solteirona carente, não convence mais... Volte para a Grey’s Anatomy que é melhor.











Ficha Técnica
Juntos Pelo Acaso (Life as We Know It)
Diretor: Greg Berlanti
Elenco: Katherine Heigl, Josh Duhamel, Josh Lucas, Hayes McArthur, Christina Hendricks e Alexis, Brynn e Brooke Clagett como Sophie
Gênero: Romance/Comédia/Drama
Cotação: 60% - ***

Comentários

  1. Alguém devia avisar para Heigl, que ela deveria parar de fazer comédias românticas. Será que ela tem um sonho de ser tipo a atriz com as maiores produções de comédias r. no curriculum ? Só pode.

    Enfim, talvez eu veja o filme .... mas só em DVD mesmo.

    ..abs.

    ResponderExcluir
  2. Adorava Katherine em Grey's mas ela anda me decepcionando no cinema

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo blog!

    Eu também não suporto os filmes de Katherine Heigl.


    Tenho um blog de cinema também, se quiser trocar de opiniões, acesse: http://peliculacriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. A única coisa válida nesse filme é a beleza de Katherine Heigl. No mais... Ela está seguindo um caminho já trilhado por Julia Roberts e Sandra Bullock (que, com o tempo, buscaram projetos mais ousados).

    Cultura na web:
    http://culturaexmachina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Realmente a Heigl não tá com credito com o povo ... FAIL ...

    Abraços a todos que deixaram comentários

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas