Comentando o Oscar 2010

Ontem foi a premiação mais importante do mundo do cinema, o Oscar. Aqui vocês leram opiniões sobre a premiação e de seus vencedores e dos filmes vencidos. Ontem a noite foi a consagração de mais um filme independente, o “aclamado” The Hurt Locker que ganhou os maiores prêmios da noite como Melhor Diretora para Kathyrn Bigelow que marcou história como a primeira mulher a ganhar o Oscar de diretora e assim tendo uma coincidência por hoje ser o dia da mulher. E também ganhou de Melhor Filme, derrubando até então Avatar de James Cameron.

Mas temos certeza que esse foi os melhores momentos da noite? Claro que... Não.
Vamos começar logo com as vitórias gloriosas de UP como Melhor Animação e Trilha Sonora para Micheal Giacchino. Ao meu ponto de vista foi a vitória mais importante da Pixar por pontos fundamentais, já que esse foi o único dos 3 que ganharam o Oscar que mereceu pelo seu conjunto impecável e ainda de quebra ganhou de um filme tão quanto especial quanto ele que foi O Fantastico Sr. Raposo. Outro ponto também foi o reconhecimento do trabalho do compositor Micheal Giacchino que já é parceiro da Pixar já que ele entregou Os Incríveis e algumas trilhas interessantíssimas como Speed Racer e Cloverfield Overthure.

Outro vitorioso foi com certeza o argentino O Segredo dos Seus Olhos. Curiosamente na resenha tinha comentado que o filme era o favorito da noite desde setembro do ano passado e ver essas minhas palavras sendo concretizadas foram a melhor alegria da noite. E já comentado nos outros blogs, que o filme é um exercício belíssimo de cinema e tem uma história que envolve qualquer um e que no final ficamos sufocados e sem palavras com o que viu. O fato de derrubar dois países que são tradição mundial na categoria e claro, com um cinema über superior a qualquer um, não é desmerecimento, mas sim reconhecimento de que o que se viu é o que é primordial aos dias de hoje, o resgate da emoção de fazer cinema.

Porém o fato que pode incomodar a gente, brasileiros, é pelo fato do segundo Oscar que a Argentina leva para casa. Soa estranho já que fomos nós que tivermos uma retomada espetacular de incentivo ao cinema sendo que as escolhas equivocadas de alguns filmes, e muitos ainda por ter sido selo Globo colaboraram a comunidade cinéfila desacreditar que uma produção brasileira pode ir ao Oscar. E se lembrar o que aconteceu no ano passado, podemos ter a certeza que escolher filmes sem antes ter sido conferido pelo publico e vender como o nosso representante para o Oscar é um erro horrível e que infelizmente não adianta nesse texto mudar nada por que provavelmente qualquer filme com selo Globo Filmes pode dizer que tem o possível candidato ao Oscar e nem passa das preliminares. Obrigado Campanella por mostrar a gente que é fazendo cinema de verdade que se ganha um premio...

Agora ninguém pode reclamar do mais óbvio da noite. A entrega das estatuetas correspondentes a atuação. Pareciam que os 4 já tinham os seus nomes cravados na sua estatueta e como sempre, seus discursos sempre serão a prova do por que de suas vitórias. Principalmente Mo’nique e Sandra Bullock que conseguiram que esqueceram por poucos momentos que eram as rainhas do riso para se tornar portadoras de sentimentos reais e o resultado é esse... O reconhecimento justo e inquestionável dos seus prêmios.

Acredita-se que a única surpresa foi a vitória de Preciosa para Melhor Roteiro Adaptado. Se via no rosto dos realizadores que conseguiram as duas maiores vitórias da noite, além da atuação poderosa de Mo’nique, com certeza a fidelidade de sua história contada e de ter conseguido alcançar o coração do publico americano. E para tirar qualquer duvida, só apenas ver o semblante do roteirista e da comitiva do filme.

Porém a parte complicada fica com a consagração de The Hurt Locker. Mas antes um aviso de que não achei o filme ruim, muito pelo contrario, ele realmente é muito bom e vale a pena ver. Entretanto a vitória do filme soou como injusta por muitos momentos, assim lembrando a trapalhada do ano passado com Quem Quer Ser Um Milionário? A começar com a entrega equivocada para Melhor Roteiro Original já que tínhamos belíssimas histórias sendo indicadas, mas infelizmente... Ele ganhou, mas volto a frizar, já tivermos filmes com essa mesma temática sobre as conseqüências da guerra melhores como o próprio O Mensageiro que foi indicado a categoria.


Agora soa algo estranho. A torcida era com certeza para Tarantino, que mais uma vez resgatou a essência do cinema para seu publico. Mas negar a importância da vitória de Bigelow é burrice. É muito importante ver o poder feminino conseguir transpassar todas as barreiras. Claro que não existe mais o sexo frágil e o próprio filme que ela dirige é a prova disso, um filme visceral, forte e tenso. Premio justo para a pessoa... Porém injusto se for comparar com os outros diretores.

E claro, Melhor Filme. Parece que não se consegue digerir a vitória desse filme, já que fomos agraciados com filmes incríveis como Distrito 9, Bastardos Inglórios, Amor sem Escalas. Porém ninguém sabe como se comporta mais a academia. Parece que a cada dia está mais preocupada em premiar filmes por seus feitos, mas não por sua essência, do que ele é realmente capaz. E são filmes assim, que ganham por fatores externos que ganham esse Oscar, mas filmes que tem qualidade, que ficam marcados em nossas mentes que não sairão jamais em nossas cabeças.

Mas é assim... Entra ano e sai ano e será a mesma coisa. Bem, até mais e um agradecimento especial ao Vinnicius Pereira, dono do Central de Prêmios pelo seu bolão do Oscar que acontece todo ano e que tive uma surpresa pessoal já que sempre iria mal nesses bolões e tive uma posição até que muito boa. Parabéns a todos.
E claro, Feliz Dia das Mulheres e felicidade para todas as blogueiras desse país. Um grande beijo e nunca se esqueçam que vocês são especiais hoje, amanhã e sempre.

Comentários

  1. Minha torcida era pro Bastardos, mas fiquei feliz pelos premios ao Hurt Locker... se fosse para Avatar, aí sim seria uma injustiça, como foi o decepcionante Globo de Ouro.

    ResponderExcluir
  2. Realmente os pontos interessantes da noite foram poucos. Mas uma das coisas que fiquei mais feliz foi pela vitória de "O Segredo de seus Olhos", era o meu favorito e ao mesmo tempo em que fico feliz por ver o cinema sul-americano sendo reconhecido, dá aquela sensação de "tristeza", por que diabos nós não conseguimos? Tenho esperança de que vai mudar, até lá, a gente continua admirando os trabalhos de nossos vizinhos. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Pois é. Acho que a vitória do filme argentino foi um dos melhores momentos de surpresa, já que Preciosa ganhar R.A. foi péssimo (rsrs). No final, achei a premiação beeem fraca e que prometeu e não cumpriu. Espero que em 2011 tudo melhore!

    ResponderExcluir
  4. Realmente os fatores externos sempre influenciam na vitória de determinado filme, afinal estamos falando de Oscar. De qualquer forma, acho que os prêmios nas categorias principais foram coerentes.

    ResponderExcluir
  5. Cerimônia bastante chatinha e morna, sem sal.

    Visto que os filmes deste ano nem todos foram empolgantes, fato.
    Sandra Bullock melhor atriz? Era a mais fraquinha das indicadas, sinceramente. Até Carey Mulligan por Educação estava melhor que ela! Lamentável, como sempre as premiações são estranhas - lembra de Reese Whiterspoon ter tirado o Oscar de Felicity Huffman por Transamerica? Julia Roberts ter tirado o Oscar das mãos de Ellen Burtyn por Requiem para um sonho? como sempre, filmes comerciais imperam mais - vide as atuações. Fato!

    Guerra ao terror é bom, sim...mas, Bartados Iglorios que deveria imperar nas premiações...só levou o oscar de coadjuvante? Sem comentários.

    Jeff Bridges merecia há anos, esse sim valeu a pena! foi bonito de ver. Gostei das premiações técnicas de Avatar, mas merecia melhor som e mixagem também! Boa a premiação de filme estrangeiro, apesar do páreo duro este ano nessa categoria. Essa sim teve filmes densos e interessantes!

    Taylor Lautner e Kristen Stewart estavam agradáveis na apresentação dos filmes de terror - o que Lua nova também fazia nas cenas juntos com os filmes de terror? Achei estranho também, visto que o filme não é macabro, mas acho que o critério de seleção dos filmes era mais por ter elementos do horror(vampiros, lobisomens, etc). Vai entender mesmo, rs.

    Bela homenagem a John Hughes, momento ápice da Cerimônia e tenho dito!

    Eu acho que a trilha sonora deveria ter sido por James Horner, Avatar ou mesmo o de Hans Zimmer que fez um belo trabalho no Sherlock Holmes - mas, você vai me condenar, mas eu preferia mesmo é que a trilha de Alexandre Desplat por Lua Nova tivesse sido vencedora, já escutou? recomendo! Sério, o score é lindo e intenso.

    Bom, que venha o próximo Oscar!

    ResponderExcluir
  6. Ah, uma pena que não aprecie meu blog, mas te linkarei! abs

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu post!

    Sobre o resultado, acho que a vitória de “Guerra ao Terror” ainda dará polêmica, já pelo que ouço no boca-a-boca, muitos torciam para “Avatar”. Não assisti ainda o filme da Kathryn, mas adorei vê-la ganhando o prêmio de direção. E ache a premiação cansativa em comparação com o do ano passado, esperava mais do Baldwin e do Martin, mas não foi culpa deles, por que parece que as piadas tinham que passar por regras da própria Academia. PENA!

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  8. Ronald - Não era só a sua ... a minha também mas assim ... é deixar para lá e pensar no ano que vem

    Yuri - Muitos vão mais lembrar da vitória de fatores externos de Guerra ao Terror do que do merecimento pelo projeto em si que é O Segredo dos Seus Olhos, e vc é uma prova disso já que viu o filme.

    Vinnicius - E sempre será assim. Mas a vitória de O Segredo mostra que ainda se pode um filme de qualidade ganhar pelo seu maior mérito e não por fatores externos.

    Christiano - Que isso, não se preocupe, leio o seu blog é que nos ultimos dias estava em momentos tempestuosos de escrita e já li alguns textos seus e gosto da sua argumentação. Isso é ótimo.

    Mayara - Sabe aquela ladainha de que o filme não merecia e que tinha outros melhores? pois bem, isso vai reinar até o oscar do ano que vem que teremos isso novamente. anota ai o que eu digo.

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei dos vencedores, mas não da cerimônia em si. Achei muito fraca, especialmente se comparada com a do ano passado. Surpresas, só tivemos duas: "Precious" em Roteiro Adaptado" e "Avatar" em Fotografia.

    ResponderExcluir
  10. Adorei ver Avatar perdendo seus prêmios para Guerra ao Terror. Por mais que o trabalho de Cameron seja visualmente incrível, a história é totalmente batida.

    Mas a grande decepção da noite foi ver A Fita Branca perder para o mediano filme argentino. Ficaria muito feliz com a vitória do HAneke, mas pensando bem o filme dele não é muito a cara da Academia.

    E a vitória de Sandra Bullock foi totalmente descartável, até ela mesma parecia incomodada com isso.


    Agora, uma provoacção: sério que você acha o Oscar a premiação mais importante do cinema?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas