Atividade Paranormal e Meme

Atividade Paranormal é o melhor filme de terror do ano. Porém o que se viu muito pelos blogs que passeio é uma destruição sobre o hype do filme, mas mesmo assim pode ser relevado, mas o fato que não pode negar é que o filme assusta, e muito. Agora vem a pergunta, como conseguiu ter essa capacidade de dizer que esse filme, de um orçamento extremamente pequeno e que com o boca a boca e o sábio uso da ferramenta da internet transformaram ele em um dos melhores filmes de terror do ano?

O filme mostra o relato de preocupação de um casal “feliz” sobre algumas coisas estranhas na casa e homem teve uma brilhante idéia de começar a registrar tudo em uma câmera. De acordo com os dias as coisas começam a piorar e as atividades se tornarem cada vez mais assustadores.

É muito fácil chegar aqui e comentar sobre os antecessores desse estilo e claro, o martírio de diferenciar cada um. Mas desta vez, a vertente para comentar sobre esse filme é a construção do medo e de como ela é passada ao publico, por que a verdadeira força não está em sua história que é praticamente comum em todos os filmes de terror imagináveis e nem no seu estilo de filmagem que apesar de eficiente em sua proposta, passa longe de ser original ou memorável, resumindo, é difícil dizer que é cinema, mas sim uma experiência diferente. Uma experiência diferente de como transmitir o medo.

Muitos dizem que é fácil transmitir isso, e outros não. Atividade Paranormal aproveita muito bem o seu estilo para construir uma atmosfera densa e pesada que no inicio não é levado pelo seu protagonista, porém assim com o tempo que passa o filme começa a nos sufocar e um inofensivo ruído até os seus 30 minutos finais que realmente assustam o espectador.

E lembrando que alguns dos melhores filmes do gênero já feitos na história não foram gratuitos, mas sim construindo pouco a pouco ao ponto final no qual o sadismo da criatura chega aos limites da loucura e deixar a todos roendo unhas, agarrando os travesseiros mais fortes e principalmente, os olhos cheios de lagrimas com o medo extremo do que pode vir depois.

Atividade Paranormal conseguiu até com folgas em ser o melhor filme de terror do ano. O verdadeiro sucesso está em não ter muito dinheiro em suas mãos ou criar momentos gratuitos, mas sim em acreditar na capacidade do seu projeto e transformar ele em realidade. Atividade Paranormal não pode ser cinema para muitos, mas tem o que muitos filmes que se dizem cinema de terror não tem: o poder destrutivo da suposição e a capacidade de assustar qualquer um com o desconhecido.

Ficha Tecnica
Atividade Paranormal (Paranormal Activity)
Diretor: Oren Peli
Gênero: Horror
Cotação - 90%














Sim... O que é escolher 13 vozes? A pedido do nosso coligado Robson Saldanha irei fazer esse Meme difícil por que eu nem sei o que colocar. Vamos tentar








James Hetfield (Metallica) – Fade to Black “Ele era eu mas ele se foi”
















Chud Gray (Mudvayne) - World So Cold “Não quero nenhum pouco de depressão, escuridão eu tenho bastante. Doente e cansado, traga o sol ou eu já vou”



















Andres Calamaro – 5 Minutos a mas “Tenho cada insensatez e posso me equivocar, mas não me equivoquei com você"














Gustavo Cerati – Te llevo para que me lleves “Como um punhal que rasga as trevas, eu te levo para que me leves ...”











Joshua Homme (Queens of The Stone Age) – In My Head “Eu continuo a tocar a nossa canção favorita e eu aumento o volume quando você sai. É tudo que eu tenho quando você está na minha cabeça”












Dave Ghrol (Foo Fighters) – Times Like These “Em tempos assim, você aprende a viver de novo”



















Omar Rodriguez Lopez – Desarraigo “Teus lábios sem a minha boca, não existem”















Renato Russo (Legião Urbana) – Andrea Doria “Nada mais vai me ferir, eu já me acostumei com a estrada errada que segui com a minha própria lei”



















Tim Rice-Oxley (Keane) Atlantic “Eu não quero envelhecer e dormir sozinho. Uma casa vazia não é um lar. Eu não quero envelhecer e sentir medo”














Andres Ciro (Los Piojos) – Bicho de Ciudad “ E não se assustes se eu rio feito louco. É necessário que a amanhã seja assim. Será que a vida sempre brinca com um pouco. Nos encanta com o que está por vir”









Simon Le Bom (Duran Duran) – The Chauffeur “O sol se recolhe deixando toda a escuridão para trás. A frente de seu vestido, está toda listrada de sombras. E o zumbido do motor vai no mesmo ritmo das batidas do seu coração.









Norah Jones – The Story “Eu não sei por onde começar, Por que a estória foi contada.”



(EPIC PHOTO)















Vera Lynn – We’ll Meet Again “Nós vamos nos reencontrar, não importa como, não importa aonde, nos vamos nos reencontrar em um belíssimo dia de domingo”















Abraços e até mais povo, por que ja nem sei para quem enviar esse meme ...

Comentários

  1. Olá, Meu nome é Thays Py e trabalho na Agência de Comunicação Núcleo da Idéia.
    Gostaria de ter o seu e-mail para que possamos fazer contato para parceria.

    Desde já agradeço.

    Thays Py
    mkt7@nucleodaideia.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fiquei surpreso com sua opinião sobre "Atividade Paranormal", foi uma das mais positivas que vi entre todos os blogueiros.

    E gostei das suas escolhas do meme, bem alternativas.

    ResponderExcluir
  3. Caraca, tu gostou muito do Atividade Paranormal... Eu achei um filme tão morno...

    Abs!!!

    ResponderExcluir
  4. Também gostei muito de "Atividade Paranormal"! Mas acho que estamos a sós com esta opinião...

    Do MEME, temos Renato Russo em comum.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!!!

    Gostava de te propor um pequeno desafio cinéfilo, a incluir numa rubrica que iniciarei, em breve, n’Os Filmes.

    Envia-me o teu endereço de e-mail para blogueosfilmes@gmail.com

    Muito obrigado!!!!!

    Boas Festas!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Quando o assunto é terror, o que eu quero é me assustar. Se esse filme assusta mesmo, então é o que tá valendo, hype à parte! Quero ver.

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei dos últimos minutos também. Agora, pessoal exagera muito... também não é tudo isso, não.

    De mockumentarys, prefiro [REC], que, ao contrário do maçante Cloverfield e do razoável Bruxa de Blair, realmente me deixou roendo as unhas. Ou Holocausto Canibal, uma das coisas mais sádicas que já assisti.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas