[REC]²

Aprendemos que quando se faz uma continuação vem na mente dois tipos de vertente. Uma é para expandir o universo já que sabes que tem no material original, uma boa base para continuar contando algo. Ou encher os cofres de dinheiro sabendo que vai atrair o povo com os seus elementos pastiches e por muitas vezes, isso chama a atenção de desavisados. Pois bem, ainda to tentando encontrar como encaixar [REC]² nessas pragmáticas porém creio que tenho que criar uma nova.

O segundo filme começa momentos depois os eventos do primeiro filme e divido em duas partes. Na primeira parte acompanhamos um grupo de elite que vai entrar no prédio junto com um funcionário de saúde para saber o que aconteceu dentro desse prédio. Ao mesmo tempo, três adolescentes que estavam fazendo idiotices em um prédio vizinho vê um dos inquilinos tentando entrar no prédio e assim gravar algo “legal” porém a brincadeira chega longe demais.

Bem, primordialmente o filme repete o famoso lema de qualquer continuação que deu certo... Em time que se ganha não se mexe. Volta os diretores do original e também o seu produtor, Julio Fernandez, o mesmo que também produziu o remake do primeiro filme nos Estados Unidos e o estilo do filme também não muda, só ganha uma ótica a mais com uma outra câmera para dar um mesmo âmbito para uma mesma situação, porém sem profundidade.

A experiência de ser testemunha através de uma câmera ainda é um recurso que chama atenção, exemplo disso é o sucesso de Atividade Paranormal nos últimos dias no cinema e principalmente de como fazer susto com recursos simples e com pouco dinheiro. Mas ao mesmo tempo lembramos de Cloverfield que foi bem sucedido em mesclar elementos de Alternative Realty Game para mesclar com o filme. Até mesmo Diários dos Mortos conseguiu seu êxito em misturar ficção documental com zumbis sobre a importância dos meios de comunicação atual para demonstrar e esclarecer fatos que muitos consideram tabus.

Já no caso do espanhol [REC] é diferente. Muitos dizem que o filme é uma critica aos programas de TV aberta que está contagiado a cultura em si. Outros dizem que deflagra o problema de ocultações de grandes poderes sobre algumas determinadas situações. Em realidade, vejo [REC] como uma alegoria de sustos que no inicio tenta engatar com a questão do que é a força de bombeiros (que no remake foi melhor executado) e que depois se torna um carnaval de gritos histéricos e sustos que conseguem esconder seu ponto fraco.

No segundo filme consegue ser pior ainda porém com elementos novos como câmeras no capacete dos policiais, assim lembrando aquela seqüencia de Doom, o problema é que a condução dos personagens é tão idiota que faz essa mesma seqüencia do filme de Doom virar clássica. Fora algumas situações que conseguem fazer as cenas mais constrangedoras de Arrasta-me Para o Inferno serem... Sérias. E os argumentos para acontecer o segundo filme conseguem ser ainda mais sem pé e nem cabeça dando a oportunidade do espectador se estourar de rir de tanto ridículo ou sair da sala de cinema sabendo que gastou uma nota preta com isso.

Eu pensava que não poderia ser melhor do que o primeiro, mas consegue ser extremamente pior do que o primeiro. Acredito que conseguiu ser o pior filme do ano. Tudo que tinha do que alguns acreditavam que era decente facilmente desaparece no segundo filme. Acredito que ele aparece como uma terceira vertente da saga de sagas, de como consegue meter os pés pelas mãos usando praticamente os mesmos argumentos. Resumindo, um verdadeiro lixo atômico.
Ficha Tecnica
[REC]²
Diretores: Jaume Balagueró e Paco Plaza
Elenco: Manuela Velasco e outros.
Gênero: Horror (se bem que poderia ter sido comédia)
Cotação: 00% - BOMBA

Comentários

  1. Fico surpreendida de saber que o filme é uma bomba, mas, raramente, as continuações prestam, né??

    ResponderExcluir
  2. Continuações sempre me dão muito medo, vou desabafar e dizer que gostei do primeiro, mas estou com sérios riscos de não me aventurar nesse para não me decepcionar muito.

    ResponderExcluir
  3. No lo creo? Putz! Imaginava que iria ser ruim, mas não acreditava que pudessem fazer um filme tão ruim quanto o primeiro.

    Hasta!

    ResponderExcluir
  4. Milla ... Aliens ... Exterminador do Futuro 2 ... Maquina Mortifera ... são bons exemplos ... REC 2 não.

    Luiz - Existe muitos momentos que infelizmente é mais facil se decepcionar do que acreditar que é ótimo.

    Pedro - Só te lanço uma pergunta ... vc mataria um zumbi com ... bombinha de festa de São João?


    Abraços

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas