O Incrível Hulk

Antes de 2008, a Marvel sofria um problema indiscutível chamado: Falta de Qualidade. O ápice dessa falta foi no terceiro filme da franquia do aranha que foi simplesmente um nojo. Curiosamente na resenha de HAIII falo da ultima esperança da Marvel que é o longa do Homem de Ferro e ainda mais curioso é que acertei na profecia. Mas a Marvel esse ano tem três projetos. O primeiro, O Homem de Ferro, foi extremamente bem sucedido. O terceiro projeto será no final do ano com a volta do Justiceiro em Punisher War Zone. Irei debater aqui o segundo filme do pacote: O Incrível Hulk.

O novo longa do Hulk é praticamente outro se for comparado ao longa de 2003. Sai o sensível cineasta Ang Lee e entra o diretor de fitas de ação exarcebadas Louis Leterrier; Do elenco principal entra Edward Norton, Liv Tyler, Tim Roth e Willian Hurt. Mas será que essas novas adições e diretriz são capazes de gerar um bom filme?

O roteiro de Edward Harrison (vulgo Edward Norton) e Zak Penn deixa de lado a profundidade drástica investido apenas nas bases importantes do seriado como a fuga constante do exercito, o drama de ser um fugitivo e a relação de desprezo e necessidade ao seu extremo alter ego. Essa opção de roteiro deu uma extrema agilidade ao filme. Também se deve ressaltar a injeção do universo Marvel com a volta da SHIELD e a participação especial de Tony Stark (Robert Downey Jr.).

Edward Norton dá alma a Bruce Banner sendo mais enérgico e lembrando a dramaticidade de Bill Bixby e mesmo sabendo que Norton não teve liberdade suficiente no filme, ele desempenha o papel com excelência demonstrando uma tendência curiosa na nova empreitada da Marvel no qual é chamar atores de renome e talento para interpretar seus heróis. Tim Roth, praticamente tem uma áurea bizarra para vilania e nesse filme não é diferente, o que mais deixa mais aliviado é saber que ele é competente no que faz. Liv Tyler faz seu papel de mocinha da trama que não atrapalha e também não compromete. Provavelmente a única ressalva do elenco é para Willian Hurt, nada contra o ator, mas uma das raras vantagens de 2003 era o Sam Elliott que encarnou com pulso firme o General Ross.

Para uma magnitude que é o personagem esmeralda tem que contratar um cara que entende de algo que só verdão faz de melhor: Ação. A contratação de Louis Leterrier foi um acerto incrível para a nova trama do Hulk, seqüências de ação elaboradas e tensas e ainda entrega uma das lutas mais incríveis do ano, digna de quadrinhos. Também deve se elogiar a parte técnica do filme deixando mais real e não uma borracha esticada que foi no filme de 2003, além do Hulk original, Lou Ferrigno, ter participado em um dialogo maravilhoso, ele dá voz e alma ao personagem e quando diz a frase clássica “HULK SMASH” é um momento digno de guardar na memória dos fãs do personagem.

O Incrível Hulk não é o melhor filme da Marvel, em compensação ele está mantendo a linha de qualidade que iniciou com o Homem de Ferro mesmo com a falta de liberdade de Edward Norton e Louis Leterrier. Se a Marvel tiver esse pensamento de colocar atores de ponta, diretores que sabem fazer a diferença e um roteiro que respeita tanto a origem dos quadrinhos quanto do seriado (no caso desse filme) podem ter a certeza que a Marvel não é mais um cachorro morto e que a briga contra a DC está muito longe de acabar. Se essa versão foi boa, imagine a Edward Norton’s CUT...

Ficha Tecnica
O Incrível Hulk (The Incredible Hulk)
Elenco: Edward Norton, Tim Roth, Liv Tyler, Willian Hurt, Tim Blake Nelson, Ty Burrell, Christina Cabot, Debóra Nascimento, Robert Downey Jr. e Lou Ferrgino como a voz do Hulk
Gênero: Ação
Cotação: 70% - Filme Indispensável

Comentários

  1. Não cheguei a pensar que é um filme indispensável, mas certamente é uma adaptação muito mais competente que aquela do Ang Lee. Mérito principal do Edward Norton, na minha opinião.

    ResponderExcluir
  2. Também achei este filme bem melhor que o do Ang Lee. Apesar de não enxergar Edward Norton na pele do esmeralda. Mas um bom filme com ótimas cenas de ação e boas locações. Em especial o Rio.
    NOTA (0 a 5): 4
    ****
    http://cinestesiabh.blogspot.com/search?q=hulk

    ResponderExcluir
  3. então...acho que o filme só vale mesmo pela ação que é incrivel e pelo Norton tbm,mas o de 2003 deixa esse aqui no chinelo

    ResponderExcluir
  4. Também sou dos que defendem o de 2003, mas este novo também é muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Concordo com tudo o q diz a respeito de Edward Norton, mas confesso que tenho uma queda pela dramaticidade e sensibilidade de Ang Lee no Hulk de 2003. Este O Incrível Hulk, não é ruim, de maneira alguma, na verdade achei o filme bem melhor do q o Homem de Ferro(este foi uma das maiores decepções do ano, para mim um filme hiperestimado), mas ainda existe o incômodo pela artificialidade do Hulk digital(claro q este é bem melhor que o de 2003).

    ResponderExcluir
  6. Seria legal se liberassem em DVD, algum dia, o "Norton's cut".

    ResponderExcluir
  7. Para mim, "O Incrível Hulk" é bem superior ao "Hulk", de Ang Lee. Concordo que é uma obra que faz jus ao padrão de qualidade da Marvel, como estúdio de cinema. E acho que o aspecto que eu mais gosto neste filme é o fato de que existe o equilíbrio entre drama psicológico e ação. Como disse o Vinícius, isto é um mérito do Edward Norton e do Louis Leterrier, que foram parceiros mesmo na empreitada de fazer este filme - mesmo com toda a interferência da Marvel, no final.

    ResponderExcluir
  8. Cara, como já te disse, acho este muito melhor que o filme de Ang Lee. Na verdade, não entendo o porquê de Lee ter feito um filme tão diferente do seu estilo e, assim, escorregou.

    A química entre Norton e Tyler é impressionante e gosto bastante das cenas de ação.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Johnny, prefiro o outro Hulk...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Acho que gosto mais desse Hulk do que de O Homem de Feero, filmes bem badalados. A mudança de diretrizes, como você disse, me pareceu bem positiva e só trouxe mais ação e adrenalina ao filme. A batalha final é sensacional. Hulk really smash!!!

    ResponderExcluir
  11. não vi ainda,mas espero que seja bom!
    e ainda tem o brasil em uma pontinha uhauhahua
    bjokas

    ResponderExcluir
  12. Ainda nao vi o filme, porém estou mt afim de ver. Nao gostei do ultimo que fizeram, espero que esse me anime mais.
    abraços.

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei do filme! Dei 3 estrelas lá no blog e achei que havia ficado louco. Obrigado por me acompanhar nessa cruzada da loucura que é defender O INCRÍVEL HULK!

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. Gostei do filme, achei superior ao Homem de Ferro, mas me coloquem aí na lista dos que considera o de Ang Lee MUITO melhor. Acho as cenas de ação otimas, mas aqui e ali fica a sensação de que uma decupagem menos frenetica iria resultar em sequencias lindas. Esse Louis Leterrier é bom, hein?

    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas