Bond Is Back - Especial 007 - Primeira Parte

Essa semana, mais precisamente sexta feira, irá estrear o novo filme de 007, o Quantum of Solace, o 22° filme oficial da franquia que começou em 1962 com O Satânico Dr. NO. Pois bem, para começar esse especial aqui no Cine JP, irei fazer algo diferente, vou trazer aqui alguns memes que rolaram nos últimos meses por aqui como Top 5 com tudo que o nosso homenageado tem direito.

No primeiro post irei fazer um top 5 de Bond Girls. Também no final do post irei divulgar a primeira entrevista exclusiva com uma companheira de blog e amiga do peito, Ana Kamila Azevedo, formada em jornalismo e dona de um dos mais populares blogs do meio cinéfilo que é “Cinéfila por Natureza”. Milla, esse post é dedicado a você.

Top 5 Bond Girls

5- Tiffany Case (Jill St. John) – Apesar de achar Os Diamantes São Eternos muito abaixo do esperado, a Bond Girl do filme é aquela que consegue tirar muitos suspiros de marmanjos por sua beleza e inspiração feminina por ser uma personagem que sabe o que quer.









4- Mary Goodnight (Britt Ekland) – Com certeza uma das mais divertidas da série. Engraçada, divertida, romântica e esperançosa. Dá até pena em saber que ela foi a Bond Girl de um dos piores filmes da saga de 007, no filme O Homem da Pistola de Ouro. Mas pelo menos ela foi um dos pontos positivos nesse filme decepcionante.





3- Honey Ryder (Ursula Andress) – A aparição dela em O Satânico Dr. NO não apenas uma das melhores cenas da saga de 007, mais sim, uma das melhores do cinema em todos os tempos. Ela com aquele biquíni branco com uma faca. Bela cena não?





2- Major Anya “Triplo X” Amasova (Barbara Bach) – Uma das poucas Bond Girl que conseguiu peitar em igualdade o agente secreto no filme O Espião que Me Amava. Além de trazer uma união inusitada e ao mesmo tempo polemica entre um agente britânico e uma agente russa, a beleza da atriz só apenas ressaltou o charme para o filme que é um dos mais divertidos da saga.












1- Condessa Tereza “Tracy” Di Vicenzo (Diana Rigg) – Só pelo fato de ter conseguido fazer o James Bond se apaixonar por ela, já faz com que ela consiga ser o primeiro lugar. Com um rosto delicado e de temperamento regido a emoção, ela conseguiu marcar a saga com um dos melhores filmes da franquia, que é A Serviço Secreto Sua Majestade e ainda protagonizou um dos momentos mais melancólicos da saga. Com certeza, a Sra Bond é digna de primeiro lugar.



Agora, uma entrevista com Kamilla do Cinefila Por Natureza:

(1)O que é para você, 007?

Kamila - Apesar de não conhecer muito a respeito da série James Bond, está claro, para mim, a importância do personagem para o cinema, afinal ele tem um magnetismo que faz com que a série que estrela possua fãs que ultrapassam gerações. Além disso, os filmes do espião são sinônimo de charme, técnica e elegância. Ou seja, mesmo fazendo missões sangrentas pelo mundo, James Bond nunca perde a classe.

(2) O que você espera do novo filme do agente, Quantum of Solace?

Kamila - Eu gostei muito da renovação do personagem, que foi feita em “Cassino Royale” e espero que “Quantum of Solace” mantenha o mesmo nível de entretenimento, qualidade e roteiro que assistimos no filme anterior. Particularmente, acho que meu maior interesse no longa é ver como o Marc Forster vai se sair dirigindo um filme de ação.

(3) Estava comentando com uma amiga minha sobre um fato curioso. Que algumas franquias estão buscando não só apenas agradar os fãs, mas sim buscando trazer novos adeptos as suas franquias com elementos de qualidade e confiança que atraem o grande publico. Achas que a franquia de Bond está visando isso ou não? Comente.

Kamila - A partir do momento em que convidou o ator Daniel Craig para interpretar o personagem principal, a franquia “James Bond” provou a vontade de seguir o que diz a sua afirmativa. Os produtores sabiam que os tempos mudaram e que era necessário fazer transformações no personagem, mostrar Bond como alguém mais humano, como alguém seguindo uma motivação, um propósito – de forma que o público possa se conectar de uma melhor maneira com o personagem e, conseqüentemente, os filmes da série.

(4) Dos filmes que você já viu do agente, qual foi aquele que mexeu em seu coração e por quê?

Kamila - Como disse na resposta à primeira pergunta, conheço muito pouco a respeito da filmografia do “007”, mas o filme mais marcante, para mim, com certeza, foi “Cassino Royale”, pois mostrou o James Bond, pelo menos para mim, de uma forma mais humana, como um homem marcado por algo e com um plano, cuja motivação seria algo permanente em sua vida. Acho que eu só comecei a entender o propósito da série do espião inglês a partir desta obra.

(5) Achas que o publico feminino do agente é mais visível e presente após o sucesso de Cassino Royale? Comente.

Kamila - Acho que o público feminino sempre foi muito visível e presente na platéia dos filmes de James Bond. O personagem é um tipo que agrada muito às mulheres: tem educação, charme, elegância, é galanteador, confiante. Enfim, acho que as mulheres sentem-se bastante atraídas por personagens assim e, claro, por aquele elemento de romance (mesmo que seja passageiro) que está sempre presente nas tramas dos filmes da série.

(6) Na sua opinião, qual foi o elemento primordial para que a saga se perpetuasse a mais de 40 anos trazendo novos admiradores?

Kamila - Acho que, não importa o roteiro escrito, a trama sempre se manteve fiel ao personagem, àquilo que foi idealizado por Ian Fleming. Isto foi fundamental para que a série tenha se mantido, ao longo destes quarenta anos, na preferência dos fãs e atraindo, por outro lado, toda uma nova platéia.

Abraços a todos e em breve tem mais ...

Comentários

  1. Muito legal o post e a entrevista, João e Kamila!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oh Joãozito!! Que legal essa idéia, cara!! Parabéns, a matéria está excelente...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom... só não estou mais empolgado porque não vi o primeiro... calma, verei!

    ResponderExcluir
  4. Não conheço nenhuma das Bond Girls. Que coisa!!!

    João, muito obrigada pela dedicatória! Foi um prazer responder à sua entrevista e o post ficou show!

    ResponderExcluir
  5. Legal! Não sei qual é a minha Bond Girl favorita, mas estou hipnotizado pela nova Olga Kurylenko.

    Kamila e Johnny, entrevista bacana! Parabéns aos dois!

    Abs!

    ResponderExcluir
  6. Adorei a entrevista com a Kamila, parabéns aos dois! ;-) Quanto às Bond Girls, nem tenho muito o que comentar já que não conheço tão bem a série, mas acho que a Ursula Andress é inesquecível mesmo (inclusive Dr. No é meu "007" favorito).

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo post criativo JP.
    Gostei da entrevista com a Kamila e verei Quantum of Solace no domingo. Vou aproveitar e rever Cassino Royale, um filme que gostei bastante.
    Quero ver as próximas partes do especial. Não sou um profundo conhecedor dos filmes do Bond, conhecendo mais a fase Pierce Brosnan mesmo, sem nunca ter visto um filme com o Sean Connery ou os outros atores que encarnaram o agente 007.

    ResponderExcluir
  8. Apesar de ter visto uns 10-12 filmes da série (não aqueles tidos como melhores), também não conheço Bond muito bem e essa reinvenção do personagem instiga a curiosidade em conhecê-lo integralmente.
    Belas Bond girls e agradável entrevista.

    Cumps.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns a ambos pela entrevista! Agora, dos Girls, Eva Green é a que mais mecheu comigo.

    Ciao!

    ResponderExcluir
  10. hahaha que legal a entrevista!
    estou terminando de baixar o filme e diana rigg é perfeita mesmo!
    bjokas,
    vivi

    www.cinefilando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Adorei o lance da entrevista com a Kamila, hahahah!!!

    Eu nem gosto muito de 007, acho tudo muito repetitivo, mas, respeito!
    Achei o novo James Bond de Daniel Craig o pior de todos.

    Beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas