Especial O Exterminador do Futuro: O Julgamento Final

Redundância. Existem filmes que todo mundo sabe que é supremo para cima. Filmes que todos admiram, amam e é extremamente difícil de ver alguém dizer que é muito ruim, principalmente o filme citado. Provavelmente o cinema mudou após esse filme, ou pode dizer praticamente tudo. E ainda pode dizer que é uma das melhores continuações já feita, (tirando O Poderoso Chefão Part II) para uma franquia. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final.


12 anos depois da primeira aparição do Exterminador, John Connor está adolescente, mas não está com sua mãe. Enquanto ele vive com um casal, ela está presa em um manicômio. Mas no futuro, as maquinas ainda planejam a morte do salvador, e se não conseguiram em 1984, eles irão tentar novamente enquanto ele é um adolescente. Desta vez, as maquinas irão mandar o T-1000, um andróide avançado e que pode ter formas de qualquer arma branca.


Mas a resistência também enviou uma esperança, mas com o medo do fracasso, eles enviaram um modelo de Exterminador semelhante ao de 1984, porém programado para somente obedecer a John Connor. Agora novamente, a sorte está lançada. Quem chegará primeiro ao seu alvo? E será que John e Sarah Connor conseguirão evitar, o julgamento final?


É extremamente difícil ver alguém dizer que esse filme é fraco. Quem já assistiu não consegue ver ele apenas uma vez. James Cameron junto com o Arnoldão, que virou Rei Supremo de Hollywood, voltaram e fizeram a continuação de um cult dos anos 80 e que propagaram suas carreiras, a franquia do Exterminador. Além disso, era considerado até certo dia, um dos filmes mais caros da história.


Pois bem, após o primeiro filme, Cameron conseguiu mais um outro feito, Aliens: O Resgate no qual é considerado o melhor filme da franquia alienígena que teve o seu inicio com o cineasta Ridley Scott e enterrada pelos Irmãos Strausse e Paul W.S. Anderson. Também fez outro filme de ficção cientifica O Segredo do Abismo, que ganhou recentemente uma edição especial e reconhecimento merecido.


Enquanto Arnoldão, esse dai disputava reinado com Stallone e praticamente só fez filme testosterona, ou seja filme de MACHO! Jogo Duro, Inferno Vermelho, O Vingador do Futuro, Red Sonja e até filme baseado em obra de Stephen King ele fez, que foi O Sobrevivente. Porém os destaques desse período ficam para Comando Para Matar e O Predador. Os dois se tornaram clássicos supremos do Domingo Maior (sim, cresci vendo Domingo Maior) por serem exemplos práticos de frases feitas, violência demasiada, um herói que parece um armário e ter marcado nossas infâncias. Porém só apenas O Predador tinha feito um marco na carreira dele, é o único filme, antes de T2, que o nosso Arnoldão leva uma sova do Predador (tenho uma prima quando pequena era mais feia do que o predador) e mesmo assim ganha numa sorte que só Hollywood pode criar.


T2 (carinhosamente chamado) estabeleceu parâmetros para a indústria do cinema que até hoje praticamente vai ser muito difícil um filme repetir ou ter a mesma força que T2 colocou na época. Dentre elas foi os altos investimentos para o cinema blockbuster saltando para acima da casa dos 100 milhões de dólares, já que o filme custou 102 milhões. Após o evento, do filme um filme megalomaníaco custa entre media 70 (exemplo: O Procurado e 300) até 300 milhões (Piratas do Caribe III e Spiderman III). Outro fato importante do filme é o avanço dos efeitos especiais. Até hoje, a magia do grupo de Stan Winston para esse filme impressiona até hoje, principalmente os recursos criados para o personagem T-1000. E uma curiosidade, um dos supervisores, Adam Jones, é guitarrista da banda Tool e que também trabalhou com Stan em Jurassic Park. E também adquiriu experiência e dirige todos os clipes da banda.


E o Arnoldão? O governador quando consolidou nome de rei, decidiu não fazer mais vilão (se bem que em Batman e Robin ele não foi vilão, e sim palhaço) e sim continuar como herói durão. Pelo menos teve um oponente curioso, um franzino porém letal T-1000, imortalizado por Robert Patrick. Os embates do herói com o carrasco criaram momentos eletrizantes que o espectador que ver de novo, de novo e de novo. Destaque para a eterna seqüência de perseguição entre a moto e o caminhão.


O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final é inesquecível do inicio ao fim. Quem assistiu pela primeira vez não consegue tirar na cabeça o primeiro minuto ao ultimo acorde musical. Um filme que agrada a todos, desde aqueles que vêem o cinema como diversão até os cinéfilos de carterinha. De todos da franquia é o mais difícil falar por que como todo mundo sabe, é um filme que ao mesmo tempo consegue ser fácil de admirar, porém complicado de se expressar. Um filme obrigatório e de cabeceira.


Ficha Tecnica

O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final

Diretor: James Cameron

Elenco: Arnold Schwarnegger, Linda Hamilton, Edward Furlong, Joe Morton e Robert Patrick

Gênero: Ação/Ficção

Cotação: 95% - Filme Obrigatório

Comentários

  1. É... O Julgamento Final é um filmão. Eu também adoro! Tanto que tenho em casa...

    ResponderExcluir
  2. Na minha opinião, "O Exterminador do Futuro 2 - O Julgamento Final" é o melhor filme do James Cameron. Adorei o texto!

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida um filmaço, com cenas de ação espetaculares e vilão Robert Patrick tão assustador quando o robô Schwarzenegger no original.
    Talvez pela lembrança afetiva, gosto mais do original, apesar dos efeitos serem bem mais simples, não deixa a desejar quanto a sequência.
    Tão sou fã de Comando Para Matar, com uma história tosca e inverossímil, mas com cenas sensacionais, fica muito bom por ser tão absurdo. rs

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Um bom filme mesmo. Sintetiza e marca muito bem o Terminator definitivamente.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Realmente mt bom esse filme, um dos melhores do genero!

    =)

    ResponderExcluir
  6. pow.. filme fooooooooooooooooda
    realmente inesqueçível

    efeitos visuais que fazem páreo bonito aos trabalhos mais finos dos dias de hoje

    ResponderExcluir
  7. O texto me bateu uma grande vontade de reve-lo. É um grande filme mesmo!

    Ciao!

    ResponderExcluir
  8. Nada a acrescer, afinal, T2 é sinônimo de clássico 5 estrelas; só questionar - seria T2 ou ALIENS a 'magnum opus' de Cameron?

    Cumps.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas