A teoria da relatividade nos prova que existem momentos que são longos, porém parece que foram poucos momentos e outros que são poucas coisas se transformam em uma longa e tortura sensação de que não vai acabar. Eu não sei se vocês perceberam, mas alguns filmes de suspense/horror que tem quase em media de duas horas, parecem passar tão rápido dependendo de como a história nos envolve, mas tem outros filmes que... Nossa, é fácil e chato lembrar que tem uma enxurrada de péssimos filmes de horror que tem a media de 85 minutos, porém o ápice da vergonha do gênero que já não é tão bem visto para os cinéfilos foi sepultado pelo filme... Sepultadas (Catacombs).

Se contar a primeira parte do enredo do filme, poderia se ter um dos mais curiosos filmes de horror... PODERIA... Na França, chegou um período que os cemitérios estavam lotados, e o governo começou a colocar os corpos embaixo da cidade, assim se estima que tenha mais de seis milhões de mortos no subsolo da cidade mais bela do mundo, Paris.

Dá até pena em comentar sobre isso, por que só por esse dado, era disponível criar um enredo convincente sobre tema até um pouco assustador para o publico comum. Mas vejamos outros pontos do filme, é dos mesmos produtores da saga de Jogos Mortais é imaginável que teríamos algo chamado de acefalia de roteiro e de alto nível que destrói um cinéfilo que tem amor ao cinema. O filme transmite essa acefalia como se fosse uma doença mortal.

Victoria é uma jovem americana que é dependente de remédios e Carolyn, sua irmã, incentiva Victoria a ir para Paris para tentar superar essa fase difícil e mal chegou na cidade já é arrastada para uma festa rave que fica nos subsolos da cidade, exatamente nas tumbas (OH!!!) e durante a festa, ela ouve uma história de um predador que vive no subsolo, porém Victoria vê a sua irmã morta pelo monstro e começa a fugir, porém o pior acontece. A policia dá um baculejo na festa e o lugar é lacrado e ela fica presa sozinha no escuro, porém ela descobrirá que não estará sozinha.

O filme é protagonizado pela cantora Alecia Moore, de primeira, vocês não conhecem, mas é a famosa cantora pop Pink que faz uma interpretação tão nula quanto a carreira de cantora que ela tem. Também tem a atriz Shannyn Sossamon que está ficando especialista em filmes de baixa categoria. A trilha sonora eletrônica basicamente é uma poluição sonora junto com as seqüências de rave que não tem nem pé e nem cabeça envolvendo góticos, punks e dançarinas de escola de samba (?!). o roteiro é capenga até dizer chega e o que não tinha (história) ainda piora com o final (pseudo)surpreendente que ainda dá mais raiva para o espectador que espera a tortura acabar.

Uma das piores sensações senti nesse filme, a sensação de que é impossível um filme de horror ser tão ruim quanto esse. Um dos piores filmes que já vi na minha vida. Um atentado ao cinema de horror que andou mal das pernas nos últimos anos. E ainda colocando em cheque a credibilidade baixa dos produtores da saga Super Aventura do Wii. Assim lembrando da antológica cena de Bob Esponja - O Filme onde o Rei Netuno mostra a careca no Siri Cascudo e todos se impressionaram com o brilho da careca do rei e um peixinho diz que os olhos estavam começando a arder de tanta dor... bem quer sentir essa mesma sensação, veja Sepultadas. FUJA QUE É BOMBA!


Ficha Tecnica
Sepultadas (Catacombs)
Diretores: David Elliot and Tomm Coker
Elenco: Shannyn Sossamon e Alecia Moore aka Pink
Gênero: Horror
Cotação: 5% - FUJA QUE É BOMBA

Comentários

  1. Não conhecia e agora nem quero conhecer.

    ResponderExcluir
  2. ahha, ótimo comparação com a eoria da relatividade... heheh
    têm filmes que pra mim são mais comédias do que qualquer outro genero... espero passar longe de mais um terror lixo produzido..rs...
    abraços

    ResponderExcluir
  3. João, Shannyn Sossamon SEMPRE foi especialista em filmes de baixa categoria. :-)

    ResponderExcluir
  4. hehehehehe
    Onde tu achou esse filme João?
    hehehehe
    Deve ser uma bosta, pela crítica.
    Fujo mesmo.

    ResponderExcluir
  5. FUJA QUE É BOMBA! Disse tudo, João. Tô fora, até porque tudo que a Shannin Sossamon faz beira a perda de tempo, quando não extrapola o ridículo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Valeu...
    shuashuas manterei distância!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Raramente assisto filmes com nomes que me lembram Caverna, Buraco, terra, Sepultura... haha sempre é enrascada... mas você pelo menos riu né? rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Que bom q eu soh li a critica depois de ter visto o filme. agora posso ter uma opiniao propria q eh praticamente 100% diferente da sua

    ResponderExcluir
  9. o filme em si é bastante ruim e fraco, mais é bom na categoria de suspense. pena que não trabalharam em questão de história, ficou muito "jogos mortais". enquanto a sua crítica sobre a atuação e sobre a carreira da cantora, é completamente equivocada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas