Encantada



Era uma vez, uma fabrica de sonhos que prevaleceu o seu império de magia e encanto durante décadas criando vida aos mais belos contos de fantasias já feitas, porém o tempo foi passando e essa fabrica começou a inovar colocando mais fabulas em versões perto do mundo real e pensou que iria soltar um feliz para sempre no final. Mas uma empresa que o nome se chama Fábrica de Sonhos começou a fazer uma coisa que a antiga fabrica de sonhos não teve ousadia de fazer, uma distorção vulgar e irônica sobre os antigos sonhos e ainda mais, a nossa fabrica de sonhos começou a entrar em um período de trevas onde os sonhos se tornavam pesadelos por que perdeu a sua magia estava entrando em colapso e ainda mais, quando começou a ser mais tecnológico, mas perdia a alma assim criando um circulo vicioso para os seus fãs com a cobrança xiita e cega pelos seus novos projetos no quais muitas vezes é uma tortura mental e visual. Será que a nossa fabrica de sonhos ainda tem a magia de encantar o novo e exigente publico?

No vale encantado de Andalasia, vive Giselle, uma bela moça que mora em uma arvore oca e tem uma habilidade que é conversar e cantar com os animais que a rondam. E uma bela canção ela conhece o Edward, um rapaz robusto que vive passando o tempo caçando ogros e em uma compatibilidade musical se apaixona pela bela jovem e já no dia seguinte iria se casar, porém há uma pessoa que não quer isso, a Madastra Narissa que é uma perigosa bruxa que tem o medo de perder a coroa faz uma armadilha a nossa heroína mandando para um mundo onde o sorriso nunca é dado e não existe a fantasia e a magia de uma bela história: o nosso mundo. (...)

A ultima tacada para o final do ano da Disney é o que mais parecia que iria dar errado, Encantada soou como uma bomba para a produtora esse ano já que esse ano estreou a franquia enche-cofre Piratas do Caribe III e o primeiro filme da Pixar já sendo uma célula importante da Disney, Ratatouille e por ultimo chegaria esse filme. Assim, Piratas do Caribe III alcançou o seu objetivo que é massacrar o Mamão digo, Homem Aranha III nas bilheterias, mas em contra ponto, o filme é uma lastima de tão ruim. Já Ratatouille apesar de agradar uma boa parcela de publico e de críticos, não me convenceu e com a queda de qualidade assim questionando se valeu a pena o valor que a Disney comprou a produtora. E nesse filme, a Disney se vinga esse ano por falta de qualidade (por que dinheiro, o cofre ta cheio)?

(...) Assim nossa princesa caiu em um dos lugares onde ninguém dá um sorriso ou ajuda que é a cidade de Nova York pós 11 de setembro e a ingênua princesa quase cai em desgraça, mas um advogado viúvo e sua filha sonhadora começam a cuidar dela e assim criar situações curiosas, mas o corajoso príncipe junto com seu escudeiro irá tentar salvar essa desse mundo e resgatar Giselle de volta, mas a Narissa não vai deixar barato e tentará atrapalhar a situação da princesa. Mas com o convívio com o advogado irá dividir o coração dela entre o mundo real e o mundo encantado.

Hoje se tornou algo triste que é a banalização da fantasia, onde teve uma crescente onda de distorção de magia assim criada pela péssima franquia Sherk e suas péssimas ramificações assim acostumando o publico a esquecer da magia de contar uma fabula e ainda mais, a Disney continua focando se ainda mais na questão de moralidade fazendo que alguns desenhos se tornem cansativos por esse “belo” formato, mas Encantada irá conseguir fazer rivalidade a outra fabrica de sonhos e seus projetos abaixo da media?

O roteiro de Encantada faz um retorno a magia dos antigos clássicos da produtora como Cinderella, Branca de Neve e derivados, mas também consegue ser pé no chão com o relacionamento entre Giselle e Robert, mesmo com as previsiblidades do roteiro porém nesse ponto foi bem executado e valeu a pena. As canções retornam aquela magia que a Disney sabe fazer, porém ouvir dublado (como eu ouvi, infelizmente) é um chute nos eggs e para se ter uma idéia, teve cenas que não existia sincronismo entre a pessoa e a canção dublada.

As atuações do filme são de alto nível, tanto para o caricato porém ideal para o papel, James Mardsen consegue cativar e rir com o seu personagem, o príncipe Edward e algumas tiradas dele são impagáveis. Também outra surpresa é o ator Timothy Spall que já apareceu em alguns filmes de Tom Cruise com O Ultimo Samurai e Vanilla Sky faz o ajudante que é lacraio da madastra, Nathaniel e também faz uma atuação caricata e cativante em seus momentos. mas as estrelas do filme são sem duvida Amy Adams e Susan Sarandon, enquanto a princesa Amy Adams (mesmo um pouco velha para o papel) faz com inocência e ingenuidade a Giselle e alguns até sofrem um pouco com as feições abobadas dela porém ela é cativante em todos os momentos que aparece. Já para a maléfica Narissa, Susan Sarandon dá um espetáculo de vilania entrando no hall das maiores vilas da Disney mesmo sendo um conjunto de todas as vilãs.

Encantada faz com o espectador se emocione, chore, cante e vibre em seus 107 minutos de pura magia e alegria, e para alegrias de muitos, o filme se tornou uma virada de mesa da Disney tentando provar para alguns que não só vive da Pixar e de alguns piratas, é só trilhar o caminho da reinvenção e criatividade sem sair da realidade atual, pelo menos o filme deu gosto de ouvir uma frase tão brega, porém tão reconfortante quanto é: Felizes Para Sempre. Recomendado!

Ficha Tecnica
Encantada (Enchanted)
Direção: Kevin Lima
Elenco: Amy Adams, Patrick Dempsey, James Mardsen, Timothy Spall, Rachel Covey, Idina Menzel e Susan Sarandon
Gênero: Fantasia/Romance

Se Gostou de Encantada irás gostar:

Para Sempre Cinderella
Branca de Neve e Os Sete Anões
Ricky Bobby - A Toda Velocidade
Hairspray
O Fabuloso Destino de Amelie Poulain

Comentários

  1. Vou assistir a este filme no próximo Sábado e adorei seu texto. Que bom que você gostou. Espero que eu também adore.

    E o James Marsden teve um excelente ano de 2007, com "Hairspray" e este "Encantada". Ele tem se revelado um ator com excelente timing cômico.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto, tanto que vou logo assistir encantada. Faz tempo que não escuto felizes para sempre em um filme...ainda mais em um bom :)

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Sou da SBBC e resolvi começar a dar uma olhada nos blogs para me interagir mais com as pessoas...

    Realmente, ainda não vi Encantada, mas parece que todas as copias por aqui são dubladas..=\

    Posso te linkar?

    ABraços,
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  4. Concordo em tudo que tu falou durante o início do texto!

    A fábrica de sonhos não é mais a mesma...particularmente, prefiro o estilo tradicional das animações (e filmes) da Disney.


    Cine Ôba sofrerá reformulações:

    Visando dar uma maior dinamicidade ao blog, os membros do cine ôba farão reformulações em relação ao tipo e a frequência das postagens.Serão publicadas noticias, lista dos melhores e piores filmes vistos no mês, as tradicionais resenhas, além do "Cine ôba comenta"(uma enquete onde os leitores escolhem um filme para que os quatro componentes comentem a respeito dele...se preparem para as brigas hehehe).
    Ainda estamos pensando em novos tipos de postagens, e pedimos dicas ao amigos blogueiros hehehe!

    Bem, o básico é isso!

    Gustavo Madruga.

    ResponderExcluir
  5. Gostaria tanto de ver o filme. Pena que, se for ver na tela grande, terá de ser dublado. Acho que vou reunir alguns amigos e ver o filme...

    ResponderExcluir
  6. Dublado nem pensar - que é como está passando na minha cidade, porém considero esse um tipo de filme para ver em casa, no DVD e não cinema (alguams esquisitices minhas.. hehe)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas