As Surpresas do Ano

Se algo é tão bom para nós, cinéfilos, além dos melhores filmes do ano são com certeza aqueles filmes que quando menos percebemos, se tornam gratas surpresas para o publico. Também tenho uma lista das melhores surpresas do ano. (Porém, como de praxe, algumas surpresas estrearam no Brasil e outras nem vão dá as caras por aqui, só com milagre)

Quarteto Fantástico e O Surfista Prateado – É fraco... Mas é bom...

História: Um devorador de planeta chamado Galaticus está se aproximando da Terra para saciar a sua fome e ele manda seu capacho, O Surfista Prateado, para ajudar a destruir o nosso lar, mas os nossos heróis estão de volta, O Quarteto Fantástico está aqui para proteger a humanidade, porém eles tem que contar um aliado duvidoso, o Dr. Destino para impedir o avanço do Surfista no planeta.

Por que pode ser considerada uma surpresa: Em um ano em que a Marvel tenta se recuperar dos fracos filmes sucessivos, o que tinha mais cara de bomba por causa do seu filme anterior surpreende por ser melhor do que o primeiro filme, apesar ter os mesmos erros do filme anterior, esse convence por ser mais ágil e digerível ao grande publico, e que acredite... A cada dia que se passa está ficando cada vez mais impressionado com uma cena do que uma história.

Momento Espetacular do filme: A Perseguição entre Tocha Humana e O Surfista Prateado

O Albergue Part II – Eli Roth conseguiu a coisa mais impossível em sua continuação

História: De invés de ser rapazes a procura de sexo e drogas na faixa, o contexto muda totalmente, é agora três jovens moças que vão para a Eslováquia a procurar de tranqüilidade em suas férias, porém elas seguem a dica de uma mulher belíssima e misteriosa para ir a um albergue que tem nas redondezas e o resto, vocês sabem.

Por que pode ser considerada uma surpresa: Eli Roth conseguiu em seu primeiro filme, admiradores e detratores, junto a isso quando saiu a noticia do segundo filme, muitos fãs do primeiro filme fizeram o que é mais coerente, não colocar muitas expectativas. E quando chegou o filme, ele conseguiu o mais impossíve

l, manteve o mesmo nível do primeiro filme, é como se o primeiro e o segundo filme fossem um filme só, assim prova a versatilidade do diretor, além de uma evolução formal na direção. Ponto para ele, mas como alguns não gostam dele, vai ser mais do mesmo.

Momento Espetacular do filme: O “leilão” das vitimas


Aqui a Sua Porta (Right At Your Door) – Horror ao lado da sua porta

História: Parecia ser um dia comum para Lexi e Brad. Café da manha juntos, a harmonia de um casal apaixonado. Quando ela sai para

o trabalho, ele fica em casa, mas momento depois da saída dela, uma bomba química explode no centro da cidade e todos que estavam dentro das casas têm que se isolar, porém a maior angustia para Brad é em saber que a sua amada está fora de casa, e ai, ele deveria abrir a porta para ela?

Por que pode ser considerada uma surpresa: Além de tratar um tema bastante perturbador que cresceu cada dia mais na sociedade pós 11 de setembro, aumenta mais a questão humanística de sobrevivência onde a vontade de sobreviver está muito além de sentimentos que o ser humano tem dentro de sim. Além disso, tem uma direção segura e muito curiosa de Chris Gorak, atuações espetaculares de Rory Cochrane e Mary McCormack, um filme que vale a pena se ver a dois e perguntar a si mesmo, se eu estivesse passando a mesma situação, eu iria fazer isso?

Momento Espetacular do Filme: A Seqüência Final.

I’m A Cyborg But That’s Ok – O romance mais inusitado do ano

Cha Young-goon é internada em um manicômio depois de um acidente de trabalho em uma fábrica de rádios. Porém ela já mostrava indícios de loucura, a coitada pensa que é um cyborg que ainda não sabe o seu propósito na terra e nesse mundo de loucos ela conhece o Park Il-Sun, um jovem que é um anti-social que rouba pequenas coisas acreditando que está roubando a essência da pessoa. Juntos vão viver uma curiosa e sincera história de amor.

Por que pode ser considerada uma surpresa: no imaginário do cinéfilo atual quando é falado o nome de Chan Wook Park vem logo na cabeça: Oldboy. Mas para um verdadeiro cinéfilo, sabe que ele não tem só esse filme (que na minha opinão é o mais fraco da filmografia dele), mas tem uma filmografia impressionante e nesse novo filme pegou todos de surpresa por fazer uma comedia romântica que tem quase nenhum clichê que estamos acostumados a ver em filmes do tipo. Fora a linguagem fantasia humanística faz com que o filme se torne ao mesmo tempo difícil para alguns e para outros um deleite visual de dar água na boca.

Momento Inesquecível da Trama: A “chacina” de Cha Young-goon



E a grande surpresa do ano é...

Duro de Matar 4.0 – John McClane pegou todo mundo de surpresa!

História: O que era para ser uma noite normal para John McClane, entre escoltar um jovem hacker deliquente, se torna mais um momento infernal quando terroristas querem matar esse jovem e descobre que está por trás disso é um hacker altamente perigoso e para piorar a situação, seqüestra a filha de John... Mas quem o conhece sabe... Ele é duro de matar.

Por que ele é a surpresa do ano: Sejamos racionais, quando soube que o filme iria ser dirigido por Les Wiseman, o mesmo que dirigiu os dois terriveis filmes Anjos da Noite, os mesmos roteiristas de Refém e O Enviado que são motivos suficientes para que o filme seja pavoroso ao ponto do ridículo. Até agora estou realmente surpreso por esse filme ser realmente bom, com um roteiro ágil e adaptado a realidade de hoje, um bom elenco de suporte (apesar de Timothy Olypant esteja robótico do inicio ao fim) e ainda Bruce Willis provando por que é um ator admirado por muitos por ser aquele tipo de herói que todos nós gostamos de ver na telona. Parabéns para esse filme por ser tão bom!

Depois sairá as decepções na minha opinião e sei que vai dividir os leitores, porém se formos o óbvio, as listas de fim de ano serão tão sem graça ...

Abraços ...


Comentários

  1. Só não concordo com o Surfista Prateado... achei que seria uma merda... e foi uma merda...

    ResponderExcluir
  2. mas achei melhor do que o HAIII ... por isso a minha surpresa ...

    ResponderExcluir
  3. Ah não... Homem Aranha III pode não ter sido grande coisa, mas é infinitamente melhor que o Surfista Prateado...

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a inclusão de "Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado" e de "Duro de Matar 4.0". Os outros filmes eu não assisti.

    ResponderExcluir
  5. Surfista Prateado é divertidinho, melhor que o primeiro, sem duvidas.

    Duro de Matar 4 é divertido, um filme de ação correto. É uma surpresa se vc pensar que todo mundo achava q ia ser uma merda.

    ResponderExcluir
  6. Desses ai não vi nenhum...
    Duro de Matar foi pq sem querer deixei passar...
    Surfista Prateado não me animou nem com o trailer....
    Os outros foi por falta de tempo ainda!
    Uma lista das piores surpresas certamente teria mais filmes...
    hiahihaiah
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. fico com o Duro de Matar como uma boa surrpesa - aquele tipo de filme que tinha tudo para dar errado, mas estranhamente não dá por causa de alguns elementos chamado "carisma de Bruce Willis".
    inté!

    ResponderExcluir
  8. Tenho os dois pés atrás com Duro de Matar Quatro Ponto Zero... mas confesso que também achei legal... claro, não se compara a um filme de ação de verdade, como o Ultimato Bourne, mas é válido... Mas Transformers no top10? Sei não...

    [www.metaplano.blogger.com.br]

    ResponderExcluir
  9. Duro de Matar 4.0 poderia ter ferrado com uma das franquias de ação mais bem sucedidas, tinha tudo pra tal, mas John McClane segurou a barra muito bem, hehehe.
    Abs!!!

    ResponderExcluir
  10. Quero muito assistir I’m A Cyborg But That’s Ok, o cinema asiatico é o que há!Bate de longe os americanos em originalidade...

    ResponderExcluir
  11. EU JÁ ASSISTI DESSE AEW DURO DE MATAR 4,0 E O ABERGUE 2. SÃO MARAAA

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas