Dumplings : Escravas da Vaidade


Folha exótica, extratos de verduras, substancias químicas? Para Tia Mei isso tudo não funciona para ter a juventude eterna. A receita dela está em seus bolinhos de carne. Já Sra. Lee, uma bela balzaquiana insatisfeita com os efeitos da idade e da rejeição do seu marido, se sente atraída pela proposta de juventude. Mas os bolinhos têm um ingrediente secreto que vai muito além da compreensão racional.

Escravas da Vaidade (Three Extremes: Dumplings) faz parte da obra Three Extremes, que são três media metragens de horror feito por três diretores de diferentes paises da força cinematográfica oriental atual. Takeshi Miike (One Missed Call e Ichi The Killer) fez The Box; Chan Wook Park (JSA – Joint Security Área, Oldboy, Lady Vengeance) fez Cut; e Fruit Chan (Hollywood Hong Kong) fez Dumplings, sendo que esse ganhou um tratamento especial e tem o seu próprio longa mas com algumas diferenças mas que em nenhum momento atrapalha o filme.



Mas o interessante desse filme é o tema principal que é a vaidade, o filme questiona em um modo extremo e verdadeiro o limite feminino com a juventude e a insatisfação com o envelhecimento e o desprezo fazendo chegue ao ponto de esquecer o certo e o errado. Também dentro desse filme é tratado outros temas mais polêmicos mas como se passa em um país que a cultura em alguns assuntos tem uma visão diferente, algumas pessoas poderão ficar meio chocado de como a naturalidade de como eles tratam algumas situações.

Um filme que prova que o ser humano não tem limites para se satisfazer, uma história envolvente e macabra sobre os mistérios da juventude feminina. Uma prova definitiva que horror oriental não é só menininha com cabelinho escorrido dentro de uma casa mal assombrada. E imagine se a moda do bolinho pega aqui no Brasil ...


Nota : 9,0

Comentários

Postagens mais visitadas