Diarios de Motocicleta


"Este não é um relato de fatos heróicos. É um fragrimento de duas vidas que pecorreram juntos um caminho, compartilhando as mesmas aspirações e os mesmos sonhos" Assim começa o filme Diários de Motocicleta ( The Motocycle Diares, 2004) de Walter Salles (Água Negra, Central do Brasil).

Inspirados nos diarios de "Che"Guevara mostra a grande viagem épica de Enersto Guevara (Gáel Garcia Bernal, Jogos da Sedução, The King, Amores Brutos) e Alberto Granado (Rodrigo De La Serna) pela incrivel America Latina e durante essa viagem eles são surpreendidos pela beleza fisica e a humanidade do povo latino. Depois da viagem todo mundo sabe o que aconteceu com Ernesto.

O roteiro desse filme, que foi escrito com carinho por José Rivera, que é uma adaptação do livro "The Motocycle Diares" de Ernesto "Che" Guevara é demostrado com muita sensibilidade e naturalidade a cada passo dos dois viajantes que foram brilhantemente interpretados por Gáel Garcia Bernal (que uns dizem que foi o filme da vida dele) e Rodrigo De La Serna, tambem vale salientar a participação da atriz Mia Maestro. E com dialogos simples, cuidadosos e juntando belas citações de importantes poetas latino-americanos e o filme fascina como é contado isso tudo.

Uma coisa que não falei nos outras criticas minhas mas nesse filme é um dos pontos mais altos: A trilha sonora. Composta pelo argentino Gustavo Santaolalla (o mesmo de Brokeback Mountain) fez para alguns uma das melhores trilhas sonoras da década. Ele ultiliza e muito a musica regional latina. a cada parte ganhamos belas musicas e fecha com chave de ouro com a canção que ganhou o oscar "Al Otro Lado Del Rio" de Jorge Dextler.

Os aspectos tecnicos do filme , são o que podemos dizer, outro ponto altamente positivo. Com a montagem do brasileiro Daniel Rezende, o filme nos mostra riqueza de um lugar aonde o brasileiro nunca iria perceber, Também Walter Salles ultiliza uma liguagem que até parece um documentario pelo uso de um tipo de camera não muito ultilizado no dias de hoje, em como ele demostra a cada rico detalhe em sua viagem e pelo jeito como ele conduz o personagem de Gáel na comunicação com o povo latino e sua humanidade

Walter Sales fez não apenas um filme, mas sim uma obra-prima. um filme que deve ser visto e revisto e se questionar sobre o nosso carater humano. Com uma linguagem simples, naturalista em seus dialogos, interpretações inesqueciveis e uma direção soberba. Diários de Motocicleta mistura comédia suave e inteligente, um drama comovente e um documentario sobre a população latino americana. Mas para alguns é apenas um relato sobre duas pessoas que cruzaram o mesmo caminho. Recomendo

Nota: 10

Comentários

Postagens mais visitadas